LANCE!
13/02/2017
17:08
São Paulo (SP)

Enquanto a torcida do São Paulo se empolga com a chegada de Lucas Pratto, outro centroavante curte seus dias de glória. Autor de três dos cinco gols da goleada de 5 a 2 sobre a Ponte Preta no último domingo, Gilberto credita o bom início de ano ao trabalho e espera por mais. O alvo agora é o Santos, adversário desta quarta-feira, e o centroavante espera manter a boa fase.

- Já fiz dois no Santos, pela Portuguesa. Não sei se dá (para repetir os três). É oportunidade. Se chegar, e eu tiver a felicidade de fazer, as coisas vão acontecendo naturalmente. Claro que temos de respeitar um pouco os jogadores do outro lado, o Santos, mas a gente quer ganhar. Sempre vou pra ganhar e em busca da vitória - afirmou o camisa 17, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, no CT, horas depois da apresentação de Pratto.


Apesar de disputar a mesma posição de Pratto, Gilberto faz a política da boa vizinhança. O atacante disse que a chegada do argentino ao grupo ajuda na melhora técnica. E acredita até que ambos podem jogar juntos.

- É importante. Primeiro pela concorrência. Você tem um atacante de nível de seleção. Se você joga à frente dele, você se qualifica também para seleção. Se joga ao lado, também. Temos Cueva, Rodrigo Caio, que são de seleções. É muito importante a chegada dele. Já conhecia jogando contra. Se ele fizer os gols, vou ficar feliz, como ficava com o Chavez. A importância é sempre o São Paulo - afirmou Gilberto, que completou:

- Ele jogou com Fred no Atlético-MG. E o Fred fica um pouco mais parado. Sei que o Fred é de seleção, não tem comparação. Mas se deu com Fred, pode dar comigo e com Chavez também.

Após os três gols, Gilberto teve um dia de alegria no elenco. No treino na piscina, comum após os jogos, os companheiros o homenagearam, com brincadeiras e celebração. O centroavante chegou ao clube em julho do ano passado e convivia com críticas até este bom início de temporada. E como Pratto não terá condições de estrear na quarta por conta de documentação, é ele quem será o responsável por gols no clássico contra o Santos.