Luis Fabiano e Geuvânio

Geuvânio, Luis Fabiano (centro) e Jadson jogam no mesmo time na China (Foto: Divulgação)

LANCE!
01/03/2016
10:05
São Paulo (SP)

Em alta no Tianjin Quanjian (CHN), time comandado por Vanderlei Luxemburgo, o centroavante Luis Fabiano marcou no último domingo o gol da vitória de sua equipe no jogo-treino contra o Ulsan, da Coreia do Sul, país em que o time dos também brasileiros Jadson e Geuvânio realiza a pré-temporada. Já em entrevista à Rádio Jovem Pan, o ex-camisa 9 do São Paulo afirmou que o Tricolor ainda lhe deve dinheiro.

- Faz parte, tudo faz parte, a gente sabe das dificuldades financeiras que estão o clube agora. Mas eu trabalhei muitos anos nessa casa, e sei que tudo vai ser honrado, não vou cobrar de maneira nenhuma. Vou esperar com paciência, porque sempre foi honrado e não vai ser agora que vai ser o contrário - afirmou Fabuloso, que ainda comentou o momento conturbado do clube, com protestos da torcida.

- Às vezes, eles escolhem alguns como culpados, alguns a gente não entende de onde vem tanta cobrança, tanta ira. Mas no Brasil é assim, infelizmente tem essa exigência, de achar culpado, bode expiatório, cobrar um, deixar outros de fora. E a gente vê isso agora, infelizmente. Eu estava aí há pouco tempo, não sei bem o que aconteceu, mas tenho certeza de que não aconteceu nada para prejudicar o São Paulo, e a gente vê protestos e cobranças em cima de jogadores errados. Na verdade, a gente sempre espera apoio, que traz coisas positivas, e cobranças atraem tudo de ruim - declarou.

Sem contato intenso com os fãs como aqui no Brasil, Fabuloso curte o momento na Coreia. A pré-temporada do time chinês é vista como crucial para o entrosamento entre os jogadores. No jogo-treino deste domingo, porém, os atletas dos dois times se estranharam e houve princípio de confusão.

- Esse período aqui na Coreia tem sido importante não só para nos entrosarmos dentro de campo como também para fortalecermos nossa amizade. O ambiente da nossa equipe é muito bom. Até mesmo os chineses já fazem parte das nossas brincadeiras e se divertem conosco - comemorou o centroavante.

Aos 35 anos, Luis Fabiano descartou um possível retorno ao São Paulo para encerrar a carreira. Com enorme carinho pela Ponte Preta, de Campinas, onde atuou durante as categorias de base e saiu em 2000, a Macaca é o único time que lhe traria de volta ao Brasil para atuar como profissional. A estreia do Tianjin na China League One, a segunda divisão chinesa, acontece no dia 11 de março.