Wellington Nem - São Paulo

Wellington Nem foi apresentado no São Paulo (Foto: saopaulofc.net)

RADAR/LANCE!
10/11/2016
15:02
São Paulo (SP)

O São Paulo já tem seu primeiro reforço para 2017. O Tricolor anunciou na última quarta-feira a contratação de Wellington Nem, de 24 anos, do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. O acordo com o atacante é de empréstimo por uma temporada.

Especialistas do LANCE! analisaram a chegada do jogador, que não vinha atuando muito no futebol ucraniano, mas já vinha sendo especulado no futebol brasileiro há algum tempo.

Eduardo Tironi, colunista do L!

- Achei ótima contratação, pelo que ele jogou enquanto esteve no Brasil. É
um jogador rápido e habilidoso, pode muito bem fazer o papel pelos lados do campo no São Paulo. Chega para ser titular do ataque, que hoje é muito fraco. Na Ucrânia ele jogou muito pouco nesta última temporada, este é o porém. Precisa ver como ele chega tecnicamente e fisicamente.

João Carlos Assumpção, colunista do L!

- Acho uma contratação muito boa. Wellington Nem queria voltar para o Brasil, é um bom meia-atacante e pode jogar ao lado de Cueva, por que não? O São Paulo acertou em repatria-lo, precisava de um jogador que sabe não só jogar na frente como fazer a ligação entre o meio e o ataque.

Deve investir nos novatos de Cotia, mas eles vão precisar de atletas mais experientes ao lado para desenvolverem seu potencial. E é esse o caso de Wellington Nem. Que apareceu bem no Fluminense, depois teve passagem por Santa Catarina e ganhou experiência na Ucrânia. Como atleta e como ser humano. Bom reforço.

Bruno Grossi, repórter do L!

- É uma reposição que vai além. Ao contratar Wellington Nem por empréstimo de um ano, o São Paulo já repõe e supera a iminente saída de Kelvin, que retornará ao Porto (POR) em dezembro.

Os dois têm características semelhantes, de drible e velocidade, mas Nem tem vantagem por apresentar um poder de finalização maior do que o do atual camisa 30, que marcou três vezes pelo Tricolor e registra sete assistências. Com a ascensão de David Neres e Luiz Araújo e outras boas opções na base, as pontas da equipe paulista começarão 2017 bem servidas.