Rodrigo Caio - São Paulo (Foto: Alan Morici/ Lancepress!)

Rodrigo Caio tem sido titular absoluto do São Paulo (Foto: Alan Morici/ Lancepress!)

Fellipe Lucena
19/02/2016
07:06
São Paulo (SP)

As críticas de Rodrigo Gaspar, assessor da presidência do São Paulo, chatearam Álvaro Serdeira, empresário do zagueiro Rodrigo Caio. O atleta foi chamado de "jogador de condomínio".

- O Rodrigo tem uma relação com o São Paulo de mais de dez anos, está pleiteando vaga na Olimpíada, focado nisso. Tem uma relação super cordial com o clube e a gente não pode deixar se levar por uma declaração de um voluntário. No mundo profissional que o futebol exige hoje, não podemos nos deixar levar por uma declaração de alguém querendo se promover. É uma posição individual. Pela grandeza do São Paulo, a gente não pode acreditar que seja a posição do clube - disse Serdeira, ao LANCE!.

As críticas de Rodrigo Gaspar foram motivadas pela derrota por 1 a 0 para o The Strongest (BOL), na última quarta-feira, no Pacaembu. Ele escreveu que "Rodrigo Caio é jogador de condomínio, bonzinho, mas fraco, fraco de futebol e de personalidade". Centurión, chamado de "horrível", e Michel Bastos, comparado a uma "erva daninha", também foram alvos.

Os três têm moral com técnico Edgardo Bauza. Rodrigo foi titular em todas as partidas do ano, enquanto os colegas só não começaram no time contra o Água Santa, pelo Paulistão, jogo em que os titulares foram poupados. Michel Bastos é, inclusive, o capitão são-paulino.

Após a repercussão de suas declarações, Rodrigo Gaspar apagou as postagens em sua conta no Twitter.