Doria - São Paulo

Doria, emtreino do São Paulo no início do ano (Foto: Eduardo Viana/Lancepress!)

LANCE!
13/11/2015
07:30
São Paulo (SP)

O empresário do zagueiro Doria, que jogou pelo São Paulo emprestado no primeiro semestre, acusa o clube de um calote. Jolden Vergette diz que não recebeu uma comissão acordada durante a negociação com o Olympique de Marselha (FRA) no início do ano. O valor devido é de R$ 900 mil, que seria para compensar o fato de o zagueiro ter sido emprestado de graça e com salário mais baixo para o Tricolor pagar.  Ele também alega que havia alta concorrência pelo jogador.

Agora, Vergette diz que vai acionar o clube na Justiça para receber o dinheiro. Quem fez a negociação, segundo ele, foi o vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro e o diretor-executivo Gustavo Oliveira.


– Vou acionar na Justiça. Estou cobrando toda semana a responsável, agora estou novamente tentando entrar em contato para cobrar, vou cobrar o Gustavo, o Ataíde, uma operação que infelizmente ainda não recebi até hoje – afirmou o agente, em entrevista ao site da ESPN.

A reportagem do LANCE! tentou entrar em contato com Gustavo Oliveira e Ataíde Gil Guerreiro diversasvezes na última quinta-feira, mas eles não atenderam as ligações. Doria atualmente está emprestado ao Granada, da Espanha.