icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/08/2015
19:31

Uma das surpresas da escalação do São Paulo para o duelo contra o Ceará, na última quinta-feira, foi a presença do lateral-esquerdo Carlinhos como ponta esquerda. Ele não foi bem na posição, mas melhorou depois que passou à ponta direita ao ponto de prevê evolução na nova função. O caimsa 6 apontou as vantagens que possui ao jogar na frente, aberto.

- Quando se joga naquela posição, de pé trocado, o marcador acredita que você vai cortar para dentro. Mas comigo é diferente, porque tenho facilidade para jogar com a perna direita e confundir a marcação. Foi assim que consegui algumas jogadas para tentar ajudar o time - afirmou o são-paulino, em entrevista ao site oficial do clube.

A entrada de Carlinhos tirou Pato da ponta esquerda, posição em que ele cresceu de produção com Osorio. Foi assim, com o posicionamento já habitual, que ele marcou o gol do São Paulo na derrota por 2 a 1. O time não jogou bem, mas Carlinhos aprovou seu desempenho.

- Tentei algumas vezes no primeiro tempo, mas foi no segundo que as oportunidades surgiram com mais frequência. Me senti bem naquele setor e estou à disposição para novas oportunidades. Durante os treinos, o Osorio já tinha me perguntado sobre atuar por ali, e eu disse que tinha facilidade. Consegui confundir a marcação, e acredito que consegui aproveitar a chance. Sou lateral de origem, mas se o treinador quiser que eu permaneça nesta função, vou trabalhar para permanecer no time e melhorar ainda mais - disse Carlinhos.

A melhora relatada por Carlinhos não impediu que ele levasse uma bronca de Paulo Henrique Ganso. O camisa 10 do São Paulo discutiu com o companheiro alegando que ele estava tentando muitos cruzamentos, estratégia que, segundo o meia, não estava dando certo. Já Osorio preferiu destacar outros pontos da atuação de seu lateral-esquerdo.

- Gostei do Carlinhos jogando de ponta, creio que teremos mais possibilidades. Criamos muitas oportunidades por ali, suficientes para ganhar o jogo, mas futebol é assim. O Carlinhos tem mais características para atacar do que defender. Creio que um time que joga para frente contra outro que recua, precisa de dribladores. Para dar uma posição a Carlinhos, começamos com ele na esquerda e Pato na direita. Quando trocamos, Pato desequilibrou e fez um gol. E Carlinhos, com o pé trocado, também foi muito importante - afirmou Osorio.

Com a derrota por 2 a 1 para o Ceará, no duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o São Paulo terá de vencer a volta por dois ou mais gols de diferença ou um, desde que com placar acima de 2 a 1. Esse resultado levaria a decisão para os pênaltis. 

Uma das surpresas da escalação do São Paulo para o duelo contra o Ceará, na última quinta-feira, foi a presença do lateral-esquerdo Carlinhos como ponta esquerda. Ele não foi bem na posição, mas melhorou depois que passou à ponta direita ao ponto de prevê evolução na nova função. O caimsa 6 apontou as vantagens que possui ao jogar na frente, aberto.

- Quando se joga naquela posição, de pé trocado, o marcador acredita que você vai cortar para dentro. Mas comigo é diferente, porque tenho facilidade para jogar com a perna direita e confundir a marcação. Foi assim que consegui algumas jogadas para tentar ajudar o time - afirmou o são-paulino, em entrevista ao site oficial do clube.

A entrada de Carlinhos tirou Pato da ponta esquerda, posição em que ele cresceu de produção com Osorio. Foi assim, com o posicionamento já habitual, que ele marcou o gol do São Paulo na derrota por 2 a 1. O time não jogou bem, mas Carlinhos aprovou seu desempenho.

- Tentei algumas vezes no primeiro tempo, mas foi no segundo que as oportunidades surgiram com mais frequência. Me senti bem naquele setor e estou à disposição para novas oportunidades. Durante os treinos, o Osorio já tinha me perguntado sobre atuar por ali, e eu disse que tinha facilidade. Consegui confundir a marcação, e acredito que consegui aproveitar a chance. Sou lateral de origem, mas se o treinador quiser que eu permaneça nesta função, vou trabalhar para permanecer no time e melhorar ainda mais - disse Carlinhos.

A melhora relatada por Carlinhos não impediu que ele levasse uma bronca de Paulo Henrique Ganso. O camisa 10 do São Paulo discutiu com o companheiro alegando que ele estava tentando muitos cruzamentos, estratégia que, segundo o meia, não estava dando certo. Já Osorio preferiu destacar outros pontos da atuação de seu lateral-esquerdo.

- Gostei do Carlinhos jogando de ponta, creio que teremos mais possibilidades. Criamos muitas oportunidades por ali, suficientes para ganhar o jogo, mas futebol é assim. O Carlinhos tem mais características para atacar do que defender. Creio que um time que joga para frente contra outro que recua, precisa de dribladores. Para dar uma posição a Carlinhos, começamos com ele na esquerda e Pato na direita. Quando trocamos, Pato desequilibrou e fez um gol. E Carlinhos, com o pé trocado, também foi muito importante - afirmou Osorio.

Com a derrota por 2 a 1 para o Ceará, no duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o São Paulo terá de vencer a volta por dois ou mais gols de diferença ou um, desde que com placar acima de 2 a 1. Esse resultado levaria a decisão para os pênaltis.