William Correia
16/08/2017
13:04
São Paulo (SP)

A atividade tática da manhã desta quarta-feira, no CT da Barra Funda, serviu para Dorival Júnior testar diversas opções no time para enfrentar o Avaí, no domingo, em Florianópolis, em jogo que a equipe não pode perder para não voltar à zona de rebaixamento do Brasileiro. E quem mais se destacou na movimentação foi Lucas Fernandes, meia recém-recuperado de lesão muscular.

O jogador de 19 anos, desfalque das quatro últimas partidas por estiramento na coxa esquerda, já está completamente liberado. E mostrou condições técnicas para ganhar chance: atuou como titular na parte final do treino tático e fez dois gols na vitória por 3 a 0 sobre os reservas - Hernanes abriu o placar.

Mas ainda não é possível arriscar a escalação do fim de semana. Dorival Júnior não poderá contar com os atacantes Marcinho e Lucas Pratto, suspensos, e, nesta quarta-feira, o lateral-esquerdo Edimar e o atacante Gilberto seguiram no Reffis, em tratamento de incômodo na coxa direita e dores no joelho esquerdo, respectivamente. A expectativa é que ambos treinem normalmente nesta quinta e enfrentem o Avaí.

Com as alternativas que tem, as mudanças mais prováveis em relação ao time que iniciou a partida contra o Cruzeiro, no domingo, são o volante Jucilei retomando a vaga de titular que foi de Militão e a volta do meia Cueva, que cumpriu suspensão na última rodada, novamente formando a linha de armação no 4-1-4-1 que o técnico deve manter.

Após aquecimento e atividades técnicas em campo reduzido, sem nenhum indício de time, Dorival comandou treino tático armando os titulares com: Renan Ribeiro; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei; Marcos Guilherme, Petros, Hernanes e Cueva; Denilson. Os reservas tinham: Sidão; Militão, Lugano, Douglas e Shaylon; Aderllan e Gomez; Maicosuel, Lucas Fernandes e Thomaz; Brenner.

Na atividade tática, Pratto ficava no meio do campo, com um colete diferente, como um curinga, acelerando a transição dos dois times do ataque para a defesa. Enquanto isso, Marcinho, Wesley, Foguete e Pedro Bortoluzo faziam treino separado.

Ainda na primeira parte do trabalho tático, Dorival alterou o posicionamento dos titulares, recuando Petros para ficar na cabeça de área e adiantando Jucilei. Na frente, pediu para Denilson abrir pela esquerda e avaliou Cueva como se fosse um "falso 9", mexendo-se bastante na área adversária.

Na segunda metade do treino, Marcinho virou curinga, com Pratto, partindo para a atividade isolada. Entres os titulares, Militão entrou na lateral direita e Brenner substituiu Denilson, atuando como centroavante. Petros seguiu na cabeça de área e Jucilei, adiantado. Com esse posicionamento, a equipe abriu o placar quando Hernanes encobriu Denis, que tinha acabado de substituir Sidão - Lucas Perri também revezou com Renan Ribeiro no time principal.

Ao longo do treino, Dorival ainda colocou Thomaz no lugar de Marcos Guilherme, aberto pela direita, e resolveu apostar em Lucas Fernandes na vaga de Cueva. Como já tinha feito com Cueva e Denilson, pediu para Brenner abrir pela esquerda e Lucas Fernandes ser o "falso 9". Assim, Lucas Fernandes aproveitou cruzamento rasteiro de Brenner para fazer 2 a 0 e, depois, marcou mais um, após Thomaz ir à linha de fundo, pela direita, e recuar para ele.

Com intensa movimentação, Lucas Fernandes foi importante no melhor momento dos titulares do treino. A equipe principal ainda esteve perto de fazer 4 a 0, quando Jucilei recebeu lançamento na área e tocou por cima de Denis, mais uma vez adiantado. A finalização do volante acertou o travessão.

Nos últimos minutos da atividade, o meia Jonatan Gomez saiu com dores no pé direito, sendo atendido pelo médico José Sanchez, e Marcinho passou a integrar o time reserva, deixando o treino sem nenhum curinga. Pouco depois, o exercício acabou. O elenco volta a trabalhar na tarde desta quinta-feira, no CT da Barra Funda.