Peruano era a principal aposta de Dorival em um time sem Hernanes

Treinador havia dito que faria o rodízio desde o início da pré-temporada (Érico Leonan/saopaulofc.net)

Yago Rudá
19/01/2018
18:44
São Paulo (SP)

O técnico Dorival Júnior acertou os últimos detalhes para o confronto diante do Novorizontino, no próximo sábado (20), pela segunda rodada do Paulistão. Em um treino coletivo em campo reduzido, o comandante do São Paulo mudou todos os jogadores de linha que enfrentaram o São Bento, na primeira rodada do estadual. A alteração era esperada e já havia sido comunicada pela comissão técnica no início da pré-temporada. 

Em uma atividade entre reservas e titulares, o treinador montou o Tricolor da seguinte maneira: Sidão; Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei; Petros, Lucas Fernandes, Shaylon e Marcos Guilherme; Brenner. A formação é completamente diferente da que foi derrotada em Sorocaba. Apenas o goleiro Sidão segue na equipe.

O treino com bola durou pouco mais de meia hora e não teve gols, muito por conta das boas defesas de Sidão e Jean, escalado entre os reservas. Este, inclusive, se destacou durante toda a atividade no CT da Barra Funda. Depois de postar uma foto fazendo gol de falta no treino da última quinta (18), o reforço são-paulino dificultou a vida dos atacantes titulares e foi muito elogiado pelos seus companheiros e também pelos membros da comissão técnica.

Em seguida, na última parte do treino, ainda defendeu as cobranças de pênalti de Bissoli e Reinaldo, quando o elenco se revezava para aperfeiçoar as batidas. Por fim, o goleiro do Tricolor se aventurou entre os cobradores de falta e ensaiou algumas cobranças - todas, porém, defendidas por Lucas Paes e Lucas Perri, respectivamente, quarto e terceiro goleiros da equipe do Morumbi.

O time do São Paulo também treinou as bolas paradas de escanteio e faltas nas laterais do campo próximas ao gol. Os garotos Lucas Fernandes e Shaylon foram os responsáveis pelas batidas, mas os gols demoraram a sair. Muito por conta do bom desempenho dos defensores reservas. 

A novidade positiva ficou por conta do retorno do zagueiro Arboleda aos gramados. Na fase final de recuperação de um estiramento na coxa esquerda, o defensor correu em torno do campo acompanhado de um preparador físico. O equatoriano não treinou com bola, mas está na fase final de transição e deve deixar definitivamente o  Reffis nos próximos dias.  

Já o lateral Júnior Tavares, que fazia um treino específico ao lado de Hudson, Anderson Martins, Rony e Paulo Henrique acabou deixando a atividade mais cedo. O jogador bateu canela com um companheiro e saiu de campo mancando bastante. Alguns minutos depois, no entanto, o departamento médico do clube informou que não houve qualquer tipo de lesão.