Ganso - São Paulo

Ganso é o grande nome do Tricolor em 2016 e chegou à Seleção Brasileira (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Bruno Grossi e Marcio Porto
06/06/2016
17:58
São Paulo (SP)

O trabalho do São Paulo para renovar o contrato de Paulo Henrique Ganso teve mais um capítulo nesta segunda-feira. Em almoço realizado em churrascaria na Zona Sul da capital paulista, dirigentes do clube se encontraram com membros do estafe do jogador, em reunião flagrada pelo GloboEsporte.com. Um dos temas abordados foi o novo modelo de vínculo que deve ser assinado.

De acordo com as novas regras da Fifa, apenas clubes podem ter parcelas de direitos econômicos de atletas. Atualmente, os direitos de Ganso estão divididos entre Tricolor (32%) e DIS (68%). Teoricamente, novos contratos desse formato já seriam barrados pela Fifa, mas como trata-se de uma renovação há uma dúvida se a divisão vigente pode ser mantida.

A reunião desta segunda contou com a participação do presidente são-paulino Carlos Augusto de Barros e Silva e do diretor de futebol Luiz Cunha. Representando o jogador, compareceu o empresário Giuseppe Dioguardi, enquanto a DIS enviou o diretor Roberto Moreno. Os discursos de Leco e de Moreno, registrados pelo GE.com, foram otimistas pela renovação.

Na semana passada, foi o próprio Ganso quem anunciou que a extensão de seu vínculo com o São Paulo estava próxima. As bases salariais já haviam sido alinhadas pelos envolvidos nas negociações, restando outros pontos a serem debatidos. O tempo do novo contrato e cláusulas de liberação em caso de propostas devem ser resolvidos nos próximos dias.

- Espero que possam chegar a um acordo. Está tendo um semestre bom, agora ele tem a possibilidade de jogar pela Seleção Brasileira. Que possamos seguir desfrutando dele - pediu o técnico Edgardo Bauza, após o jogo de domingo contra o Cruzeiro, no Mineirão.

Ganso chegou aos Estados Unidos na última sexta-feira e já treina com o Brasil antes da disputa da segunda rodada do Grupo B da Copa América Centenário. Nesta quarta-feira, às 20h30, o Maestro pode ser relacionado pela primeira vez, diante do Haiti, na cidade de Orlando. Até mesmo a esposa e o filho do meia viajaram para acompanhar a competição.