lugano cerro porteño (foto:Divulgação/Cerro)

Lugano, em ação pelo Cerro Porteño, do Paraguai (foto:Divulgação/Cerro)

LANCE!
09/11/2015
15:34
São Paulo (SP)

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, já disse que tem analisado a contratação do zagueiro Diego Lugano e, se depender da diretoria de marketing do clube, o uruguaio desembarcaria no Morumbi "para ontem". O diretor da pasta, Vinicius Pinotti, afirmou nesta segunda-feira em sua página no Twitter que é totalmente favorável ao retorno do ídolo, que atualmente está no Cerro Porteño (PAR).

"A todos que sugerem o Lugano gostaria de deixar claro que sou MUITO a favor da volta do Lugano. Em todos os sentidos, nao só para propaganda", escreveu Pinotti, dando ênfase à sua opinião sobre a contratação do zagueiro.


Pinotti foi o responsável por bancar a chegada do argentino Ricardo Centurión por cerca de R$ 12 milhões no início deste ano. Ele ainda não era dirigente e fez um empréstimo ao clube com juros mais baixos e prazo maior para quitar do que normalmente oferecem os bancos.

O interesse na contratação de Lugano tem dividido a cúpula são-paulina e passou a ser analisada com mais força desde a entrada de Leco no lugar de Carlos Miguel Aidar, que renunciou ao cargo há cerca de um mês. O vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro era contra até pouco tempo atrás, mas hoje já admite analisar a possibilidade.

Numa análise simples, o São Paulo coloca na balança a importância de Lugano dentro e fora de campo. Enquanto existe a necessidade de trazer um jogador com perfil de liderança como o uruguaio, principalmente porque Rogério Ceni se aposentará este ano, há dúvidas sobre a situação técnica do defensor de 35 anos recém-completados.

Lugano tem mais dois anos de contrato no Cerro, mas não esconde que ainda deseja vestir a camisa do São Paulo. Em entrevista na semana passada, ele disse que "depende deles", jogando a responsabilidade para o Tricolor.