Dênis - São Paulo

O goleiro Denis, em treino do São Paulo no CT

LANCE!
20/06/2016
12:23
São Paulo (SP)

O goleiro Denis acredita que a arbitragem de Elmo Alves Resende Cunha na partida entre São Paulo e Flamengo, no último domingo, em Brasília, deixou a desejar. No entanto, o camisa 1, que teve boa atuação no empate por 2 a 2, não acredita em perseguição a Calleri, expulso no segundo tempo após receber o segundo cartão amarelo.

No relato da súmula, Elmo colocou a seguinte frase, supostamente de Calleri, para justificar a punição: "Está de marcação comigo, c...! só porque sou argentino?! Essa arbitragem é uma vergonha". Denis acredita que o atacante argentino, autor dos gols do Tricolor na partida, não deveria ter falado com o árbitro após tomar a primeira advertência.

- A arbitragem deixou a desejar um pouco. Lógico que o árbitro é humano e ele pode errar, claro. Não acredito que por ser argentino tenha essa perseguição. Mas se ele (Calleri) imagina que tem alguma perseguição, ele não pode falar com o juiz. Ele é soberano dentro de campo. Pelo que o Calleri falou para nós, ele fez uma pergunta ao juiz, não impôs nada. Mas, com o cartão amarelo, não tinha necessidade de ele voltar a falar com o juiz. Acho que não existe perseguição. O Calleri tem de mostrar cada vez mais, está fazendo gol. Está ajudando a equipe de todas as formas, fazendo gols, voltando para marcar. Então é trabalhar e não falar com a arbitragem - afirmou o são-paulino.

Denis também comemorou a boa fase após um período difícil de falhas e críticas. Ele disse que a partida contra o Flamengo foi a que mais trabalhou no ano e agradeceu ao técnico Edgardo Bauza pelo apoio recebido na fase ruim.

- Primeiro tenho de destacar a confiança do treinador. O Bauza teve uma participação muito grande. O Carlos (preparador de goleiros) também ajuda muito, procura sempre estar estudando treinos específicos em que podemos melhorar. Mas o mais importante nessa transição é que eu sabia que ia ser muito difícil, por o São Paulo não ter mais um grande ídolo (Rogério Ceni). Um goleiro que estava há 25 anos nessa posição. Sofri muito no começo, vai demorar um pouco para passar essa pressão. Mas estou evoluindo a cada dia. O trabalho é o mais importante. Essa é melhora e essa confiança é do treinamento e trabalho do dia a dia - destacou o arqueiro.

O goleiro voltou a confirmar que está perto de renovar contrato com o São Paulo. Denis disse que já tem apalavrado a prorrogação do vínculo, que vencia em agosto próximo para o fim do ano que vem, e deve assiná-lo até a semana que vem. O camisa 1 falou do período ruim e o que considera a volta por cima.

- Teve jogos que eu cheguei muito triste, por não estar rendendo o que eu poderia render. Mas sempre me apeguei ao trabalho. sabia que só assim poderia voltar a jogar e render o esperado dentro de campo. E aos poucos esse trabalho vem se consolidando, estou me sentindo cada vez melhor e estou ajudando minha equipe. E compete muito à equipe, que evoluiu bastante de uma época pra cá. Isso me ajudou muito - enfatizou.