The Strongest x São Paulo

São Paulo sofreu, mas conseguiu a classificação contra o The Strongest, na altitude (Foto: AIZAR RALDES/AFP)

LANCE!
22/04/2016
01:10
São Paulo (SP)

Alvo de críticas da torcida são-paulina, Denis foi mais uma vez protagonista de uma partida de seu time. Apesar do empate e, consequentemente, a classificação da equipe para as oitavas da Copa Libertadores, o arqueiro quase foi vilão mais uma vez.

Após cobrança de falta de Pablo Escobar, Denis saiu em falso e não achou a bola, na sobra o The Strongest abriu o placar. Para o goleiro, que não assumiu a falha, houve um desvio no meio do caminho que o tirou da jogada, mas aproveitou para exaltar os companheiros:

- Teve um ultimo desvio e sobraram dois deles, não pode acontecer. Independentemente de como foi o gol, temos que exaltar o time que correu e se dedicou até mais do que podia. No fim estavam todos exaustos mesmo. O empate foi difícil e importante. Todos estão de parabéns e estou feliz de estar participando disso - afirmou.

Para completar, o responsável por proteger a meta tricolor ainda provocou mais um drama na torcida do São Paulo. Depois de tomar um amarelo por demorar a repor a bola em jogo, ele foi reincidente e acabou sendo expulso faltando alguns minutos para o final do duelo.

Como já tinha feito as três substituições, um jogador de linha teve de ir para o gol fazer as vezes de Denis, que acabou indicando Maicon para a posição em momento tão crucial da partida:

- O primeiro cartão foi muito cedo e no segundo eu fui bater onde treino sempre e o gandula jogou do outro lado. Maicon foi muito bem. Estava entre ele e o Kardec, mas ele disse que já tinha brincado. Era melhor ele. Eu fiquei desesperado, ainda mais por ser altitude. Ele foi muito bem, agradeço pelas defesas e saídas de gols. Dei minha camisa de presente para ele - comemorou em tom de alívio.

Ao ser perguntado após a partida sobre sua atuação em nova função, o zagueiro Maicon festejou o resultado, mas disse que o fato foi inédito na carreira:

- Foi a primeira vez em que joguei no gol. Queria ajudar a equipe como eu podia. Tudo se deve ao time, que deu seu melhor, brigou, lutou e conseguiu a classificação. Se precisar eu jogo em todas - comentou.