HOME - São Paulo x Rio Claro - Campeonato Paulista - Rodrigo Caio (Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)

Rodrigo Caio larga na frente por uma das vagas de titular de Edgardo Bauza (Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)

LANCE!
02/03/2016
20:12
São Paulo (SP)

Em números, a defesa do São Paulo tem se apresentado de maneira mais sólida em relação ao ano passado: foram apenas seis gols sofridos em dez partidas oficiais até aqui. Em 2015, o Tricolor terminou com 47 tentos sofridos em 38 rodadas de Campeonato Brasileiro. Com quatro nomes à disposição, o técnico Edgardo Bauza mantém sua opção pelo rodízio na equipe. Diego Lugano, Maicon e Rodrigo Caio se apresentam como as principais opções. 

- Hoje, temos quatro titulares para a zaga em condições de jogar. Por isso, acho que na hora certa, o Bauza vai definir quais são os titulares para que a dupla possa encorpar e ganhar entrosamento - disse Rodrigo Caio, incluindo na lista dos quatro o jovem Lucão. 

Rodrigo Caio começou a temporada como titular ao lado de Breno, hoje em tratamento no Reffis. Lucão assumiu o posto do veterano, mas perdeu espaço após a chegada de Maicon. Diego Lugano, por sua vez, não tem condições físicas de disputar jogos em sequência e por isso lidera a lista do rodízio. O uruguaio estreou ao lado de Caio e jogou sua segunda partida com Maicon. O jovem Lyanco, última opção para o posto, está na Sérvia com a seleção nacional sub-20. 

- Aos poucos, também temos nos conhecido melhor, porque estamos apenas no começo de trabalho do treinador. Com uma sequência, além do dia a dia no CT, saberemos melhor como o companheiro gosta de se posicionar e atuar. O importante é que todos estão mais confiantes e prontos - completou Rodrigo Caio, ao site oficial do clube. 

O camisa 3, que chegou a ser chamado de zagueiro de condomínio por Rodrigo Gaspar, assessor da presidência são-paulina, larga na frente pela briga no time titular, já que marcou dois gols nos últimos jogos e fisicamente suporta o calendário brasileiro sem grandes intercorrências. Bauza, pelo menos por enquanto, mantém o rodízio entre os jogadores. 

- Estamos no caminho certo para ter cada vez mais segurança na defesa - finalizou o defensor.