LANCE!
11/06/2016
23:55
São Paulo (SP)

O torcedor são-paulino não está nada feliz com Alan Kardec. O atacante perdeu um gol feito no início do segundo tempo da partida contra o Atlético-PR, quando o São Paulo ainda ganhava por 1 a 0, e desperdiçou a chance de definir o jogo. Após o lance, o Furacão empatou. E no fim buscou o gol da virada em pleno Morumbi, o que aumentou a irritação dos fãs com jogador.

 
Kardec vive péssima fase. Marcou apenas um gol nesta temporada. Não seria titular, não fosse o problema pessoal que tirou Calleri do jogo em cima da hora. O camisa 14 deu razão aos torcedores pelas cobranças, mas disse que os erros que levaram ao tropeço deste sábado são fruto do coletivo.

- Sei que hoje foi uma partida que os erros não foram individuais, foram no coletivo. Infelizmente saímos com a derrota e a cobrança é natural. O que posso dizer é que no estádio o torcedor tem razão. Ele paga. Mas nem sempre as coisas saem como queremos - disse o camisa 14, defendido por Bauza. 

- Kardec é um grande jogador, mas que não vive uma boa fase. A recuperação é jogando, tem de voltar a jogar o que ele sabe, trabalhando - garantiu Patón.


O camisa 14 soube que seria acionado minutos antes do apito inicial. Ele foi o substituto de Calleri, que recebeu a notícia da morte do melhor amigo, na Argentina, e deixou o Morumbi para acompanhar o funeral em sua terra natal. Apesar de apontar erros coletivos, Kardec reconheceu sua parcela de culpa.

- A preparação foi pro Calleri. Me preparei para entrar em algum momento, mas soube (que seria titular) pouco antes do jogo. Não fujo das responsabilidades. Claro que quero fazer gols e aproveitar as oportunidades, mas isso não tem acontecido - afirmou o jogador, que refutou deixar o clube e prometeu trabalhar duro para melhorar.

- Estou com a cabeça no São Paulo. Foi um dia importante, completei a sétima partida, acabou qualquer especulação sobre minha saída. Temos de seguir trabalhando para dar a volta por cima - completou.