San Lorenzo x São Paulo - 2015

Michel Bastos comemora gol sobre o San Lorenzo de Edgardo Bauza na Libertadores de 2015 (Foto: Arquivo L!)

LANCE!
13/04/2016
09:40
São Paulo (SP)

O jogo desta quarta-feira, às 21h45, contra o River Plate (ARG), põe em evidência um tabu positivo para o São Paulo. Na história da Copa Libertadores da América, o time tem 100% de aproveitamento contra argentinos jogando no Morumbi. Venceu as oito partidas, marcando 15 gols e sofrendo só dois. 

A sequência tem uma ressalva: em 1994, o Tricolor perdeu a final da competição e o tricampeonato para o Vélez Sarsfield em decisão por pênaltis em seu estádio, mesmo depois de ter vencido no tempo normal.

O São Paulo venceu Independiente (1 a 0, em 1972), Newell’s Old Boys (1 a 0, em 1992), Vélez Sarsfield (1 a 0, em 1994), Rosario Central (2 a 1, em 2004), Quilmes (3 a 1, em 2005), River Plate (2 a 0, em 2005), Estudiantes (1 a 0, em 2006) e San Lorenzo, do técnico Bauza (1 a 0, em 2015).

- Isso é coisa do passado. Todas partidas são diferentes. O mais importantes somos nós dentro de campo. Se estamos concentrados, como foi no Monumental, teremos um grande resultado, para ganhar e ter chance em La Paz (contra o The Strongest, no dia 20 de abril) - disse o argentino Calleri.

E há ainda mais uma série de vitórias para ser defendida. Nos últimos cinco jogos no Morumbi pela Libertadores, entre 2015 e 2016, o São Paulo venceu todos, marcou 14 gols e não sofreu nenhum. Os triunfos foram diante dos uruguaios do Danubio (4 a 0), dos argentinos do San Lorenzo (1 a 0), do Corinthians (2 a 0), do Cruzeiro (1 a 0) e dos venezuelanos do Trujillanos (6 a 0).