Vitória x São Paulo

Kieza e Marcelo dobram marcação sobre Cueva em Salvador (Foto: Edson Ruiz/Coofiav/Lancepress!)

LANCE!
25/09/2016
18:37
São Paulo (SP)

Quando Lyanco saltou para cortar cruzamento da direita, em falta mal marcada pela arbitragem, a bola não tomou a direção esperada pelo zagueiro e matou Denis. Era o segundo gol do Vitória, que saiu do Barradão, em Salvador, com 2 a 0 sobre o São Paulo na tarde deste domingo. Assim, os baianos saíram da zona de rebaixamento, de onde o Tricolor tem só quatro pontos de distância.

Kieza até tentou “roubar” o gol, chorando ao celebrar contra o clube onde não vingou no início deste ano - pediu para ser negociado com apenas duas partidas. A cena não iludiu o árbitro Francisco Carlos do Nascimento, que há havia assinalado o quinto tento contra do São Paulo nesta temporada.

- Triscou. Fui tentar tirar, raspou, acabou sendo gol contra. Mas foi infelicidade. Acontece, é do futebol. Os melhores do mundo erram. Bola para frente. Independentemente do que estamos passando ou não, o grupo está fechado - disse Lyanco, ao GloboEsporte.com.

Antes do zagueiro, que chegou a chorar em campo no fim do segundo tempo, mais quatro atletas carregaram o peso de um gol contra, sendo dois neste Campeonato Brasileiro: Rodrigo Caio, no empate em 2 a 2 com o Flamengo no primeiro turno, em Brasília, e Mena, no empate em 1 a 1 com o Internacional, no segundo turno, em Porto Alegre.

Antes, o lateral-direito Bruno já havia feito o mesmo no Campeonato Paulista, durante derrota por 3 a 1 para o São Bernardo, no Pacaembu. Depois, o volante Thiago Mendes passou pelo azar na Copa Libertadores da América, no empate em 1 a 1 com o River Plate (ARG), em Buenos Aires.

- A gente fica triste, era um jogo muito importante, um confronto direto com um time que está brigando lá embaixo (34 pontos do São Paulo contra 32 do Vitória. Caímos muito de rendimento no segundo tempo, tomamos dois gols que nos complicaram muito na partida - lamentou Rodrigo Caio.