HOME - Despedida de Rogério Ceni no Morumbi - Lugano (Foto: Maurício Hummens/Fotoarena/LANCE!Press)

Lugano, enfim, poderá embarcar para o Brasil e se apresentar (Foto: Maurício Hummens/Fotoarena/LANCE!Press)

Ana Canhedo
11/01/2016
18:41
São Paulo (SP)

O Cerro Porteño, enfim, assinou a rescisão contratual de Diego Lugano, deixando o zagueiro livre para fechar contrato com o São Paulo. A assinatura aconteceu nesta segunda-feira, no Paraguai, e foi dada pelo secretário-geral do clube, Juan Casanovas, pois Juan José Zapag, o presidente, está em férias justamente no Uruguai.  A informação foi confirmada por um membro da diretoria do Cerro ao LANCE!.

O time paraguaio topou assinar o desligamento de Lugano recebendo como forma de pagamento um jogo amistoso com o Tricolor, a ser realizado no Paraguai, no estádio Defensores del Chaco - a reforma de La Nueva Olla, estádio particular do Ciclón, só deve terminar entre março e abril. Com isso, o agora ex-clube do zagueiro terá direito a 100% da renda, somados a direitos de transmissão de televisão e publicidade.

Lugano conversou com Juan Zapag e disse que era momento de "ajudar o São Paulo". O defensor já se despediu de seus companheiros e aguardava pela assinatura para poder selar vínculo pela segunda vez com o Tricolor. O novo contrato terá um ano de duração, com possibilidade de renovação automática por mais uma temporada.

Sua vinda ao Brasil, porém, quase foi adiada novamente, pois seu filho Tiago, de apenas oito anos de idade, foi operado com inflamação no apêndice no último domingo.  O São Paulo deixou o zagueiro à vontade para resolver o problema no Uruguai, mas a chegada do ídolo está confirmada para as 19h55 desta terça-feira, no Aeroporto de Guarulhos, em voo da Tam.

O defensor de 35 anos já havia assinado sua parte da documentação na última terça-feira, após reunião de quase três horas em Assunção. No dia seguinte, embarcou para Montevidéu após conceder entrevista coletiva de despedida em aeroporto paraguaio. A expectativa era que o ídolo chegasse a São Paulo na sexta-feira, mas o atraso na documentação impediu a viagem.

No Brasil, Lugano deve ter a companhia dos empresários Juan Figer e Diego Seoane, além do advogado Agustín López, para revisar e assinar o novo vínculo com o Tricolor. No último sábado, a esposa do uruguaio postou foto no Twitter que mostrava o marido fazendo academia com uma camisa vermelha recebida durante o jogo de despedida de Rogério Ceni, em dezembro de 2015.