Centurión

Centurión garantiu que abrirá as portas do São Paulo para Calleri alguns meses (Foto: Ana Canhedo)

LANCE!
20/01/2016
09:30
São Paulo (SP)

A iminente chegada de Jonathan Calleri ao São Paulo aos poucos chega aos ouvidos dos jogadores. Argentino bem como o ex-Boca Juniors, o ponta esquerda do Tricolor Paulista garantiu que abrirá as portas para o atacante, com quem acredita que não irá disputar a posição, caso a negociação tenha desfecho favorável ao clube do Morumbi. 

- Se vier, vai ser muito bom. Um jogador de atitude e chegará para somar. Ano passado acho que joguei contra ele, ou antes, tem muito potencial. Vai dar muito ao São Paulo, mas ainda não é nosso jogador - disse Centurión, que nesta terça-feira completou 23 anos. 


Calleri deseja passar alguns meses atuando por empréstimo no Brasil porque não tem o passaporte comunitário europeu para já se juntar ao elenco da Inter de Milão. Os italianos estão envolvidos em complexa operação que tirou o atacante do Boca na semana passada por mais de R$ 40 milhões e a participação dos investidores do Stellar Group.

O acerto com o Tricolor pode ser concretizado em contrato válido até junho deste ano. O clube paulista ainda tenta acerto até fim de julho, pensando em possível final da Copa Libertadores. Mas a exigência dos italianos é tê-lo um mês antes.

Seja como for, o período em que passará no Tricolor, caso a negociação seja fechada, Calleri terá total apoio de Centurión. O ponta esquerda, inclusive, se prontificou a dizer que os dois não brigarão por posição no time de Edgardo Bauza. 

- Não acredito que vamos ter esse problema, Calleri é centroavante, gosta de fazer gols e joga muito pouco pelas pontas. Eu já prefiro dar assistência, não sou de fazer tantos gols, mas de servir o centroavante - finalizou.