Ana Canhedo
06/02/2016
19:00
(SP)

A estrela de Jonathan Calleri brilhou mais uma vez no São Paulo. Ou melhor, duas vezes. Em outra excelente atuação, Jony foi o responsável por dois gols são-paulinos diante do Água Santa, neste sábado, no Pacaembu, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. O Tricolor Paulista foi a campo com time misto e selou o 4 a 0 com chutaços de Thiago Mendes e Michel Bastos. Na próxima quarta, o estádio será palco da primeira decisão dos comandados de Edgardo Bauza, contra o César Vallejo (PER), pelo duelo de volta de primeira fase da Copa Libertadores.

O técnico Edgardo Bauza apostou em um time alternativo para encarar o rival de Diadema e pecou na escolha do meio-campo. Com Hudson responsável direto por proteger a defesa, Wesley ficou encarregado pela criação e se viu em diversos momentos sem opções. Tudo porque os velozes Wilder e Rogério ficaram bem aberto pelas pontas e os dois centroavantes, Jony Calleri e Kieza, isolados no ataque, dificultando os passes do camisa 11. Por diversas vezes, não havia um jogador sequer do Tricolor no meio.

Sao Paulo x Água Santa (Foto: Maurício Rummens/Lancepress!)
São Paulo goleia o Água Santa com show de Calleri no Pacaembu


Esburacado, o São Paulo encontrou um adversário fechado em sua defesa no começo da partida. Panorama que mudou com as constantes falhas do Tricolor ao longo do primeiro tempo no meio-campo. Aos poucos, o Água Santa foi se soltando e arriscando mais idas à frente, principalmente apostando na velocidade de seu contra-ataque. Em contragolpe quase fulminante, Everaldo fez o corta-luz e Sérgio Manoel ficou cara a cara com Denis. Esperto, o camisa 1 evitou o gol.

Com Wesley encontrando dificuldades no meio, a aposta foi em Rogério e Carlinhos pela esquerda. Juntos, os dois levaram o Tricolor à frente, mas erraram muitos passes e nenhuma chance foi efetiva. Se o time não conseguiu dar um verdadeiro baile de carnaval, a solução veio de fora do país. O colombiano Wilder recebeu de Hudson e cruzou com precisão na cabeça de Calleri. Completamente livre de marcação, o argentino mandou no canto direito do goleiro Rogério e abriu o placar para o São Paulo, aos 31 minutos.

Kieza e Calleri pouco se entenderam no ataque. Na etapa final, Mateus Caramelo foi à linha de fundo e cruzou em direção ao meio da área. O argentino estava pronto para bater na bola e marcar o segundo, mas o camisa 9 apareceu antes para tentar um toque de letra e 'evitou' o gol são-paulino. A proposta do Água Santa foi diferente no segundo tempo. Se antes apostava nos contra-ataques, o time voltou querendo pressionar o São Paulo e manter a bola no campo de ataque. Deu certo, já que a equipe de Diadema levou perigo ao gol de Denis.

São Paulo x Água Santa
Calleri comemora gol (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)


Para chutar mais ao gol, Bauza promoveu duas mudanças no São Paulo. Os titulares Michel Bastos e Ganso foram a campo no lugar de Rogério e Kieza, deixando Jony, enfim, sem concorrência no ataque. Assim que entrou, o camisa 10 já finalizou e quase marcou de fora da área. Na sequência, foi a vez de Hudson tentar de longe, também sem sucesso.

Com Thiago Mendes também em campo, Calleri mostrou, mais uma vez, o quanto pode ser importante para o São Paulo na temporada. Em típica jogada de centroavante, rolou para o lateral Caramelo e pediu de volta para, na sequência, receber excelente cruzamento e marcar o segundo sem nem sequer sair do chão. Em ótima atuação, o reestreante lateral ainda ajudou na jogada do terceiro gol, ao cruzar rasteiro após contra-ataque fulminante. Na sobra, Thiago Mendes mandou um chutaço de fora da área e deixou o seu aos 33. Quando tudo parecia resolvido, Michel Bastos ainda encontrou tempo para fazer o quarto. O camisa 7 recebeu de Calleri e bateu forte com a perna esquerda para marcar aos 44 minutos do segundo tempo.

O Tricolor agora foca no jogo contra o César Vallejo, na quarta, que vale uma vaga na fase de grupos da Libertadores. Como empatou por 1 a 1 no Peru, o Tricolor poderá se classificar com um simples 0 a 0. A partida está marcada para as 21h45. 

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 4 x 0 ÁGUA SANTA


Data e horário: 6 de fevereiro de 2016, sábado
Local: Pacaembu, São Paulo - 17h
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Risser Jarussi Corrêa (ambos de SP)
Cartões amarelos: Wilder (SAO);  Russo e Eli Sabiá (AGU)
Gols: Calleri 31'/1ºT (1-0); Calleri 26'/2ºT (2-0); Thiago Mendes 33'/2ºT (3-0); Michel Bastos 44'/2ºT (4-0)
Renda/Público: Não divulgados

SÃO PAULO: Denis; Caramelo, Rodrigo Caio, Lucão e Carlinhos; Hudson e Wesley; Wilder (Thiago Mendes 24'/2ºT) e Rogério (Michel Bastos 11'/2ºT); Kieza (Ganso 18'/2ºT)e Calleri. Técnico: Edgardo Bauza

ÁGUA SANTA: Roberto, Jonathan (Pedro 22'/2ºT), Cléber, Eli Sabiá e Danilo Tarracha; André Rocha, Russo (Bruninho - intervalo), Sérgio Manoel e Francisco Alex; Éder Loco (Tchô - intervalo) e Everaldo. Técnico: Márcio Ribeiro