LANCE!
17/07/2016
19:12
São Paulo (SP)

O argentino Edgardo Bauza garante que o São Paulo vai reclamar na CBF o cartão amarelo dado por Pericles Bassols ao peruano Cueva durante a comemoração do gol do São Paulo na Arena Corinthians, em Itaquera. O camisa 13 tricolor vibrou com o tento marcado de pênalti com a mão na orelha e o juiz interpretou como provocação à torcida alvinegra presente no estádio. 

- Ele se equivocou no cartão do Cueva, interpretou errado, não foi má intenção. Cueva não quis provocar a torcida em nenhum momento. Vamos reclamar e ver o que acontece - disse Patón, em coletiva de imprensa logo após o empate em 1 a 1 com o Timão. 

O peruano também foi questionado sobre o amarelo recebido logo aos 15 minutos da partida, mas preferiu desconversar e não questionou a atitude do árbitro da partida. Recém-chegado, mostra personalidade em campo e garantiu que irá manter o estilo no São Paulo. 

- Não sou muito de falar de árbitro, me deu o cartão, já foi... Já não posso pensar se foi ou não justo, preciso seguir trabalhando. Tenho que me acostumar a essas coisas, distintas maneiras de apitar. Sou sempre assim, quero mais, dar à equipe, anotar gols. Estou grato pelo gol e isso me dá confiança. Poderíamos ter ganhado, mas o Corinthians é um time que vem muito bem - analisou.

 
O volante Hudson também recebeu amarelo e está suspenso da próxima rodada, quando o São Paulo visita o Grêmio, em Porto Alegre. 

Embora o tom de Edgardo Bauza na coletiva tenha sido apenas de aviso, com calma, o São Paulo tem se envolvido em problemas com arbitragem. Na última quarta-feira, na semifinal da Copa Libertadores, garante que foi prejudicado pelo juiz em Medellín, contra o Atlético Nacional. No Brasileirão, em jogo contra a Ponte Preta, Matheus Reis foi expulso de maneira polêmica.