São Paulo x César Vallejo (PER)

Patón estava preocupado com desfalques frequentes no setor defensivo (Foto: Mauro Horita)

LANCE!
11/02/2016
15:39
São Paulo (SP)

Até o fim desta semana, o São Paulo deve concretizar a contratação de um zagueiro argentino para a sequência da temporada. A informação foi dada pelo próprio técnico Edgardo Bauza, em participação em programa do canal fechado SporTV na tarde desta quinta-feira. A busca por um defensor era algo cobrado por Patón mesmo após a chegada de Diego Lugano em janeiro.

- Estamos conversando com a diretoria para tentar conseguir trazer um zagueiro novo. Acho que nas próximas 24 ou 48 horas vocês (jornalistas) vão ter novidades . É argentino, mas não está jogando na Argentina. Estamos tentando fechar essa operação e não quero atrapalhar - revelou.

Atualmente, o elenco tricolor conta com somente cinco zagueiros: Rodrigo Caio, Lucão, Breno, Lyanco e Lugano. Os dois primeiros podem integrar a Seleção Brasileira que disputará os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro , em agosto. Breno sofre com problemas físicos e não consegue emplacar sequência de jogos, enquanto Lyanco passará a defender a seleção sub-20 da Sérvia e o planejamento de Lugano é que ele não dispute todas as partidas do time.

Mas se há otimismo sobre a contratação de um novo beque, o mesmo não pode ser aplicado na busca por um lateral-direito. Pela primeira vez Bauza descartou a chegada de Julio Buffarini, ala com quem foi campeão da Copa Libertadores da América pelo San Lorezno (ARG) em 2014.

- O Buffarini, definitivamente, não virá - sentenciou.

Confira outros trechos da entrevista de Bauza ao SporTV:

Acha que o time já evoluiu no setor defensivo?

Estamos melhores. Eu sou muito rígido em relação a isso. Para mim, qualquer time que tem a pretensão de ser campeão tem que se defender muito bem. Acho que melhoramos muito, há um compromisso de toda a equipe para conseguir essa postura defensiva. Sou um técnico muito básico. O que eu quero é que minha equipe defenda bem e ataque melhor ainda.

Mas foi difícil fazer os jogadores entenderem sua filosofia?
Nas duas primeiras semanas foi difícil para a gente fazer com que os jogadores entendessem a disciplina tática que era preciso ter. Mas rapidamente eles entenderam a importância disso para montar uma boa equipe. A equipe começou a se dar conta da importância disso. Hoje você pode ver o Michel Bastos e o Centurión, que jogam por fora, voltando para fazer a recuperação.

O que espera do clássico de domingo contra o Corinthians?
Vamos enfrentar a equipe campeã nacional, mas temos que analisar bem o jogo de quarta-feira da Libertadores (contra o The Strongest, na abertura do Grupo 1), que também é um jogo muito importante. Montaremos o time de acordo com a análise da recuperação dos atletas nas próximas 48 horas. Será um lindo jogo, para medir forças de duas grandes equipes. Encaro com muita felicidade e tranquilidade enfrentar um rival com tanta qualidade.