Lugano - Treino do São Paulo

Lugano será titular no duelo da próxima quinta-feira, na Argentina (Foto: Daniel Vorley/AGIF/Lancepress!)

LANCE!
08/03/2016
12:41
São Paulo (SP)

Denis, Bruno, Lugano, Maicon e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Centurión, Ganso e Carlinhos; Calleri. Esse será o time do São Paulo que praticamente decidirá seu futuro na Libertadores na próxima quinta-feira, contra o River Plate (ARG), em Buenos Aires. Diante do jogo que pode definir o semestre, o técnico Edgardo Bauza resolveu apostar na experiência e a única alteração com relação ao time que foi derrotado para o São Bernardo, no último sábado, é o retorno do zagueiro Maicon, de 29 anos, no lugar de Rodrigo Caio, de 22. O uruguaio Diego Lugano, assim, fará pela primeira vez dois jogos seguidos desde que retornou ao clube.

Em entrevista à rádio Continental, da Argentina, Bauza já tinha adiantado parte do time e que Maicon retornaria, mas não sabia se no lugar de Lugano ou Rodrigo Caio. No treino desta terça-feira pela manhã, a dúvida foi resolvida. Lugano e Maicon formaram a zaga na atividade, que teve parte fechada, enquanto Rodrigo Caio chegou a fazer um trabalho à parte do grupo. Ele foi barrado, pois não tem nenhum problema e deve ser relacionado. É a primeira vez que ele é barrado do time.

O restante da equipe foi mantido, bem como os argentinos Centurión e Calleri, que não vivem uma boa fase. O meia-atacante ainda não marcou em 2016, tem atuado abaixo da média, mas segue bancado por Bauza, que acredita no seu potencial. Já Calleri entrou em baixa depois de um início avassalador de três gols em dois: está há oito sem balançar redes. Bauza não poderá contar com Wesley, com contratura na coxa esquerda, e dificilmente com Michel Bastos. O meia tem o mesmo problema do companheiro, foi ao campo nesta terça, mas deixou o treino mais cedo.

O treino desta terça-feira foi fechado por 40 minutos e quando os jornalistas tiveram acesso, os jogadores faziam trabalho de finalização. Bauza, porém, divulgou o time, como de costume. O São Paulo treinará também nesta quarta-feira, já em solo argentino. A equipe faz o trabalho de reconhecimento do gramado do Monumental de Nuñez às 18h. A partida será na quinta-feira, às 19h30.

Depois de ser derrotado pelo The Strongest (BOL) por 1 a 0 na estreia na fase de grupos da Libertadores, o São Paulo precisa de um bom resultado na Argentina para não se complicar muito no torneio. Uma derrota, na visão dos são-paulinos, praticamente elimina o time, já que deixaria River e Strongest com seis pontos em duas rodadas, contra nenhum do Tricolor.