Bauza

Patón mais uma vez paralisou as atividades inúmeras vezes para orientar o time (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

LANCE!
13/01/2016
14:12
São Paulo (SP)

Edgardo Bauza está realmente preocupado com a falta de organização que marcou o São Paulo na maior parte da última temporada. No treino desta quarta-feira no CT da Barra Funda, o técnico dedicou quase uma hora a trabalhos de bolas paradas, justamente um dos pontos fracos da equipe na reta final de 2015. E mais uma vez Patón interrompeu a atividade várias vezes.

O argentino separou novamente o time titular com Bruno, Rodrigo Caio, Breno e Carlinhos; Hudson, Thiago Mendes, Michel Bastos, Paulo Henrique Ganso e Centurión; Alan Kardec. Já a formação reserva treinou com Auro, Lyanco, Lucão e Mena; Wilder, Wesley, João Schmidt e Reinaldo; Daniel e Rogério, enquanto os goleiros Denis, Renan Ribeiro e Léo se revezavam na meta.

A primeira etapa do treino, que teve aquecimento em dois toques dentro de quadrados delimitados por faixas, foi de cobranças de escanteios. Wesley cobrava para os reservas e Bauza orientava os titulares a melhor maneira de marcar, com oito atletas defendendo na área e dois no rebote. Para lances ofensivos, três ficavam fora da área: Hudson, Carlinhos e Thiago Mendes.


Bauza, após cada cobrança, fazia gestos e demonstrava o posicionamento ideal em cada setor. Além disso, indicava a melhor forma para sair em contra-ataque ou conter um contragolpe adversário. Ao contrário de Wesley, Michel Bastos não teve muito sucesso nas cobranças de escanteio e só conseguiu cumprir os pedidos de Patón nas batidas de faltas laterais.

Enquanto o treino de bolas paradas era realizado, quadro atletas apenas disputavam partida de futevôlei: o lateral-direito Caramelo, o zagueiro Luiz Eduardo, o lateral-esquerdo Matheus Reis e o garoto Militão. Os dois primeiros têm completado as atividades à espera de propostas de empréstimo, enquanto o último foi recém-promovido ao time sub-20, mas não está inscrito na Copa São Paulo de Juniores porque negociava a renovação com o Tricolor.