São Paulo x Rio Claro

Rodrigo Caio foi o destaque do São Paulo (Foto: Ale Cabral/Lancepress)

Gabriel Carneiro
21/02/2016
19:34
São Paulo (SP)

Na magra vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Rio Claro neste domingo pelo Campeonato Paulista, Rodrigo Caio mostrou personalidade para superar as críticas que sofreu, fez um belo jogo e ainda marcou o gol do triunfo Tricolor. Quem foi mal pelo time da capital, mais uma vez, foi o argentino Centurión, que perdeu muitas bolas e errou passes no ataque. Veja as notas do LANCE!

SÃO PAULO

6,0
Denis

Assustou ao rebater um chute de fora, mas não fez feio e ainda mostrou firmeza como capitão. Boa defesa no fim.

6,0
Bruno

Ativo no ataque, com quatro tentativas de cruzamento, e competente na marcação. Evitou gol no segundo tempo.

6,5
Lugano

Tranquilidade é a palavra que resume sua reestreia pelo São Paulo. Não passou e nem impôs sustos, além da boa saída.

7,0
Rodrigo Caio

Atuação bem além do cabeceio firme que rendeu o gol. Mostrou segurança, recurso e quase não errou passes.

6,5
Mena

Quase marcou no início, em uma de suas poucas incursões ao ataque. Na defesa, sofre pouco e novamente foi bem.

6,5
Hudson

Dificuldade para sair jogando por conta da desorganização ofensiva, mas bem na marcação pelo chão. Bons desarmes.

5,0
Thiago Mendes

Muita participação no jogo, mas pouca eficiência para construir as jogadas. Bem na tabela curta, mas só isso.

4,0
Centurión

Oito perdas de bola e quatro passes errados em 21 vezes que pegou na bola. Não evolui as jogadas ofensivas do Tricolor.

6,0
Paulo Henrique Ganso

Sofre para criar com o time espaçado, mas ainda assim criou ao menos duas boas chances de gol não aproveitadas.

6,5
Carlinhos

Bem na função de Michel Bastos. Procurou espaço, abriu o campo de jogo e contribuiu na frente com a assistência.

5,5
Calleri

Briga por toda bola, faz boa proteção, mas não deu sorte. Na melhor chance, concluiu sem força para o gol.

6,0
Wesley

Deu boa dinâmica ao meio de campo, abrindo espaço pelos lados e criando chances. Até arriscou uma boa finalização.

5,5
Rogério

Sem a inspiração de outras jornadas, perdeu boa chance já no fim e não conseguiu prender a bola no setor ofensivo.


João Schmidt

Injusto julgar por cinco minutos em campo. Deveria ter mais chances, e por mais tempo. Desta vez, fica sem avaliação.

6,5
Edgardo Bauza

Do meio para trás, o time é ótimo, seguro e organizado. Do meio para frente, uma bagunça. Falta criatividade e atitude.


RIO CLARO

6,5
Lucas Frigeri

Três defesas difíceis.

5,5
Luis Felipe

Sem trabalho na defesa, se arriscou à frente, mas pouco ajudou.

5,0
Alex Silva

Tirou o espaço de Calleri e contribuiu para a saída de bola. No lance do gol, ele não companhou Rodrigo Caio.

4,5
João Gabriel

Dois bons desarmes no início, mas mostrou muita desatenção.

5,0
Felipe Saturnino

Até conseguiu segurar Centurión, mas não quis atacar.

5,5
Maurício

Cartão amarelo até certo ponto sem razão. Seguro na contenção.

5,5
Jean Patrick

Duro na marcação e ousado na criação. Boa noção para ocupar espaços e recurso para jogar. Foi bem.

4,0
Léo Cista

Centralizado ou aberto, pouco contribuiu na construção de jogadas.

4,0
Thiago Cristian

Apesar da 10 às costas, não assustou o adversário porque quase sempre tocou para trás. Criou pouco.

4,5
Lucas Xavier

Sumido do jogo e desarmado sempre com facilidade.

5,0
Romarinho

O mais lúcido do ataque, apesar das precipitações. Tem habilidade.

5,0
Joãozinho

Não cumpriu missão ofensiva nos poucos minutos em campo.

5,5
Elsinho

Boa dinâmica, sem eficiência.

5,0
Fabricio

Escondido atrás da defesa.

5,5
Sérgio Guedes

Time não aproveitou espaços, apesar de ter equilibrado o jogo.