Bruno Grossi
04/05/2016
21:38
São Paulo (SP) 

O São Paulo perdeu por 3 a 1 para o Toluca, mas classificou-se para as quartas de final da Libertadores por ter goleado por 4 a 0 no jogo de ida. Em uma atuação ruim da equipe de Bauza, o meio-campista Wesley destoou do restante com desarmes e correria. Foi o jogador mais lúcido da equipe. Confira as notas do duelo internacional: 

TOLUCA

5,5
Talavera
Foi bem na falta que iniciou o jogo e não fez mais nada.

5,0
Jordan da Silva 
Chegou bem no 1º tempo, mas errou no gol tricolor.

4,5
Paulo da Silva
Perdido e desesperado, levou cartão no primeiro minuto.

4,0
Galindo
Deu todo o espaço que Michel Bastos precisava para marcar.

5,5
Rodríguez
Firme na marcação, travou bom duelo com Kelvin.

4,5
Rios
Parecia avulso em campo e saiu sem nem sequer ser notado.

6,5
Esquivel
Fez fumaça nas costas de Michel Bastos e levou perigo a Denis.

6,5
Trejo
Um pouco afobado, mas muito participativo na meia esquerda.

7,0
Cueva
O melhor. Cruzou para o primeiro gol e mudou de posição o tempo todo.

7,5
Uribe .
Oportunista, esteve em toda parte da área e marcou duas vezes.

6,5
Triverio
Briga e se posiciona bem, como no lance do segundo gol mexicano.

6,0
Brambilla
Deu mais qualidade e calma ao time no segundo tempo.

5,0
Navarro

Entrou em alta rotação e isolou chute que arriscou de longe.

6,0
José Saturnino Cardoso
Foi ousado, lançou o time para o ataque, mas deixou os comandados na mão em sua despedida ao ser expulso no primeiro tempo.

Libertadores - Toluca x São Paulo (foto:MARIA CALLS / AFP)
Desvantagem no 1º jogo pesou para mexicanos  (foto:MARIA CALLS / AFP)

SÃO PAULO 

4,5
Denis

Sem culpa no segundo gol, mas parece carecer de coragem para sair debaixo da trave e abafar os atacantes.

4,0
Bruno

Levou seguidas bolas nas costas e sofreu nas mãos de Trejo e Cueva. Foi raçudo, mas o posicionamento comprometeu.

5,5
Maicon

Pelo alto, foi soberano quase o jogo todo. Compensou a falta de treinos e má condição física com experiência e visão.

5,0
Rodrigo Caio

Alternou grandes momentos em desarmes e bloqueios perfeitos com algumas trapalhadas de posicionamento.

4,5
Mena

A desatenção no segundo gol do Toluca castigou uma atuação esforçada e prejudicada por Michel Bastos.

5,0
Kelvin

Ajudou a manter a bola no campo de ataque nas raras descidas do time. Depois, perdeu-se em nervosismo.

5,5
Hudson

Firme como sempre, exagerou em um lance e teve que se cuidar para não ser expulso. Novamente capitão.

6,0
Thiago Mendes

Aos poucos vai recuperando o vigor e a seriedade que o notabilizou na temporada passada. Muito fôlego!

7,0
Wesley

O melhor do São Paulo, disparado. Correu, desarmou e foi o mais lúcido para ditar o ritmo de jogo. Provocou os rivais.

6,5
Michel Bastos

A atuação ruim e cheia de falhas na marcação foi salva por um belo gol no segundo tempo. Saiu machucado e preocupa.

4,5
Calleri

Um dos piores jogos do argentino. Passou em branco pela primeira vez contra um rival na Liberta e quase foi expulso.

3,0
Centurión

Entrou ligado, quase marcou golaço e teve pênalti não marcado. Depois, cuspiu no rival e passou vergonha.

5,0
Alan Kardec

Fez o mesmo que Calleri, ou seja, nada que atrapalhasse a zaga mexicana. A diferença foi a cabeça no lugar.

5,0
Caramelo

Entrou com gás para ajudar Bruno a marcar na direita, mas se afobou e levou dribles infantis. É inexperiente.

5,0
Edgardo Bauza

Optou por recuar e apenas evitar o sufoco mexicano, mas poderia ter levado o time mais à frente. Sofreu demais.