Bruno Grossi
06/02/2016
20:10
São Paulo (SP)

Na goleada do São Paulo sobre o Água Santa por 4 a 0, no Pacaembu, o argentino Calleri mostrou a que veio. Com dois gols, abriu a porteira e foi o melhor em campo. O colombiano Wilder e Michel Bastos também se destacaram na partida. Confira o desempenho de cada um: 

SÃO PAULO 

6,0
Denis

Nas três vezes em que foi exigido, salvou o São Paulo, apesar de rebatida para o meio da área em chute de Eli Sabiá.

6,5
Caramelo

Com entrega, compensou as limitações e foi premiado com belo cruzamento para Calleri ampliar e a jogada do 3º gol.

6,0
Lucão

Sem os sustos da atuação contra o Red Bull, ajudou a melhorar a saída de bola do time com passes seguros.

6,5
Rodrigo Caio

Muito mais seguro do que diante do César Vallejo, sobrou na marcação de Everaldo e para fazer as antecipações.

5,0
Carlinhos

Vacila demais na recomposição defensiva. Assim, o Água Santa conseguiu pressionar no início do segundo tempo.

6,5
Hudson

Mesmo sozinho na proteção à defesa, deu conta do recado e ainda conseguiu aparecer como surpresa no setor ofensivo.

5,5
Wesley

Começou em bom nível ao articular as jogadas pelo meio, mas alguns vacilos na recomposição prejudicaram sua nota.

7,0
Wilder

Grande atuação do colombiano. Marcou, deu cadência ao time e deitou e rolou no ataque, com assistência para Calleri.

4,5
Rogério

Tentou algumas jogadas individuais, mas errou muito na hora de passar. Parece sem muito prestígio com Bauza.

5,5
Kieza

Muito voluntarioso, complicou a saída de bola do Água Santa e ainda teve duas chances de marcar. Pode crescer.

8,0
Calleri

Nas vezes em que foi menos notado, encontrou espaço para os gols e a assistência. Posicionamento perfeito.

7,0
Michel Bastos

Fez com que o time mantivesse mais a posse de bola e empurrou a equipe de Diadema para o campo defensivo.

6,0
Ganso

Como de costume, distribuiu bons passes e levantou a torcida com jogadas de efeito. Parece mais empolgado.

7,0
Thiago Mendes

Mal havia entrado quando apareceu no ataque de surpresa e soltou um foguete para ampliar a vantagem no Pacaembu.

6,5
Edgardo Bauza

Iniciou o com formação que os reservas treinam todos os dias. Depois, retomou o controle do jogo com as alterações.

São Paulo x Água Santa
Thiago Mendes comemora gol  (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)


Confira jogos e classificação do Campeonato Paulista 

ÁGUA SANTA 
 
5,5
Roberto

Evitou prejuízo ainda maior para os novatos do Paulistão.

4,5
Jonathan

Bem para marcar Rogério, nulo para ajudar na frente.

4,0
Cléber

Vítima fácil para Calleri nas bolas aéreas desde o início do jogo.

4,5
Eli Sabiá

Apenas um pouco mais seguro do que o companheiro.

3,0
Danilo Tarracha

Levou um baile de Wilder e Caramelo. Saiu perdido.

5,0
André Rocha

Conseguiu bloquear Wesley e bater menos que os colegas.

3,5
Russo

Mais preocupado em bater.

4,5
Sérgio Manoel

Outro que mais fez faltas do que tentou jogar.

5,5
Francisco Alex

Peça mais consciente da equipe de Diadema. Perdeu grande chance no primeiro tempo.

3,5
Éder Loco

Ocupava o setor mais vulnerável da defesa rival e nada fez.

4,5
Everaldo

Brigou e não criou nada além do que discussões com os zagueiros.

5,0
Tchô

Deu mais qualidade ao time, que passou a agredir mais o Tricolor.

4,5
Bruninho

Pouco notado em campo.

4,0
Pedro

Entrou para deixar o time mais marcador e o São Paulo fez mais dois.

5,0
Márcio Ribeiro

Foi bem ao lançar Tchô e criou incômodo para o Tricolor no começo do segundo tempo. Time brigador.