Treino São Paulo

Volante Wellington conversa com árbitro após ser expulso em jogo-treino (Foto: Marcio Porto)

Marcio Porto
27/10/2016
12:47
São Paulo (SP)

Os reservas do São Paulo realizaram um jogo-treino contra o Nacional nesta quinta-feira pela manhã no CT da Barra Funda. A atividade terminou empatada em 1 a 1. Mas foi o árbitro do embate que roubou a cena. Leandro Bizzio Marinho, um velho conhecido dos são-paulinos, não se intimidou por estar comandando uma partida na casa tricolor e atuou com rigidez: aplicou um cartão amarelo a Luiz Araújo por indisciplina, mandou voltar um pênalti depois de o goleiro Renan Ribeiro ter feito a defesa e expulsou o volante Wellington por entrada mais dura. Tudo contra o São Paulo.

A expulsão de Wellington, lance que mais chamou a atenção, foi durante o segundo tempo. O volante chegou atrasado na jogada e acertou o adversário com os dois pés. Bizzio mostrou o cartão vermelho na hora e deixou a equipe de Ricardo Gomes com dez até o fim do treino. Ao término da atividade, que deveria servir para o treinador observar seus jogadores, Wellington foi falar com o árbitro e os dois acabaram se abraçando.


Em jogos oficiais, Leandro Bizzio Marinho já foi alvo de críticas do São Paulo. Em 2013, ele apitou dois clássicos da equipe, um contra o Palmeiras e outro, contra o Corinthians. No primeiro, expulsou o zagueiro Lúcio, então no Tricolor, na partida que terminou 0 a 0 e aplicou um contestado cartão amarelo para Luis Fabiano. No segundo, marcou pênalti de Rogério Ceni sobre Pato na vitória corintiana por 2 a 1 no Morumbi. Atualmente, o árbitro está com 37 anos e está escalado para ser quarto árbitro no clássico entre Santos e Palmeiras no próximo sábado, na Vila Belmiro.

Curiosidade à parte, o São Paulo teve uma atuação abaixo do esperado contra o Nacional no jogo-treino. Jean Carlos foi o responsável pelo único gol do time. Pirajú empatou de pênalti, na segunda tentativa, após Renan Ribeiro defender a primeira. O lateral-esquerdo Matheus Reis cometeu a infração. A escalação do Tricolor foi: Renan Ribeiro, Auro, Lugano (Lucão), Douglas e Matheus Reis; Wellington, Jean Carlos e Daniel; Robson, Luiz Araújo e Gilberto.

Em outro campo, os jogadores, em sua maioria titulares, treinaram finalizações e outros fundamentos. O São Paulo volta a campo na próxima segunda-feira, contra o América-MG, em Belo Horizonte. Com 42 pontos na tabela, precisa apenas de mais uma vitória para se livrar de vez do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.