Apresentação de Maicon pelo São Paulo

Maicon foi apresentado com a camisa 27 do São Paulo (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

LANCE!
18/02/2016
19:36
São Paulo (SP)

Contratado por empréstimo até o fim de junho, o zagueiro Maicon foi apresentado na noite desta quinta-feira pelo São Paulo, no CT da Barra Funda, e fez questão de ressaltar o desejo de renovar o vínculo com o Tricolor para permanecer até dezembro. No entanto, a intenção do Porto, de Portugal, é vendê-lo na próxima janela de transferências.

- Meu objetivo é ficar até o fim do Campeonato Brasileiro. Temos muito pela frente, infelizmente tivemos um resultado negativo, mas podemos dar a volta por cima. A gente pode ganhar lá também. Meu objetivo não é ficar até junho, é ficar até dezembro - disse. 

O zagueiro foi apresentado com a camisa 27 e negou qualquer tipo de problema no Porto. A imprensa portuguesa afirmou que o jogador deixou o gramado após falhar em um lance que ocasionou o gol da vitória rival e, desde então, apresentaria um problema físico, cujos médicos do time português não foram capazes de detectar. 

- Sempre fui respeitado e ainda sou. Aconteceram coisas que no futebol acontecem. Faz parte do dia. Tive sete anos no Porto de muita glória, títulos e jogos importantes. Também recebi o convite do São Paulo, coisa que não esperava, e vi que era momento ideal de dar um salto, não pensei em aceitar o convite. Não se passou nada com o Porto. Recebi a proposta de um grande clube e não hesitei em vim pra cá. Essa é a verdade - explicou, para logo completar sobre a possível lesão: 

- Não sei, se você puder me mostrar onde teve, podemos falar pessoalmente. Imprensa fala o que quer, para vender jornal. Mas ninguém do departamento médico falou. Infelizmente aconteceram algumas coisas que não foram positivas, mas treinei, fiquei a disposição. Não aconteceu nada, sai tranquilo.

Apresentação de Maicon pelo São Paulo
Maicon (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

Confira outros pontos da entrevista de Maicon: 

Capitão no Porto, líder no São Paulo?
"Eu era capitão, líder somos todos. Não existe só um líder dentro do vestiário, precisamos de todos. Kelvin é de muita qualidade, tive oportunidade de trabalhar com ele, não à toa, ele foi contratado pelo São Paulo."

Conversa com Bauza
"Quando temos alguma derrota, você nunca fica satisfeito, mas o que se passou ali dentro fica ali dentro, senão saem algumas coisas que não são permitidas. Não cabe a nós falar o que ele falou, tem que falar pra ele. Mas claro que ele não está satisfeito, pelo resultado, mas ainda podemos dar a volta por cima."

Parceria com Lugano

"Jogar do lado do Lugano, com grandíssima história no futebol mundial, é importante ter ele, vim pra somar, brigar por todos, espero poder jogar, claro. Quem não quer jogar não serve."

São Paulo vive crise?
"Não vejo momento de crise. Essas coisas são do futebol, se tudo fosse muito bonito, vocês não estariam aqui falando. Futebol é assim, nem sempre acontece o que desejamos. Mas temos força, elenco bom, para dar volta por cima."