Bauza em treino do São Paulo

Edgardo Bauza trabalha para manter o São Paulo forte na briga por títulos (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Marcio Porto
15/07/2016
07:05
São Paulo (SP)

O São Paulo não tem muito tempo para curar as feridas da dolorida eliminação nas semifinais da Libertadores. A queda exige mais empenho em questões que precisam ser resolvidas rapidamente para manter o time forte e com condições de brigar por título ainda nesta temporada.

Desde o retorno ao Brasil, após a derrota para o Atlético Nacional (COL), a diretoria já se voltou na busca por reforços, principalmente para o ataque, após a confirmação da saída de Calleri. O argentino se despede depois de seis meses e o técnico Edgardo Bauza quer um jogador com características semelhantes para disputar posição com Alan Kardec. Gilberto, que está perto de assinar contrato, vem para compor elenco, como Ytalo.

A diretoria também terá de concluir as situações de Ganso e Rodrigo Caio, outras duas possíveis baixas para o restante da temporada. A análise é que as vendas precisam ser feitas para equilibrar o caixa e buscar novos reforços. Ganso já pediu para sair e está a caminho do Sevilla (ESP). Já Rodrigo é visto como o atleta com maior potencial de venda do elenco. O clube espera receber mais de 10 milhões de euros por ele.

– Estamos conversando com a diretoria para agregar pelo menos dois ou três jogadores. Precisamos nos manter fortes para a sequência – avaliou o técnico Bauza, após a eliminação na Colômbia.

Enquanto não tem as peças que pediu, como o lateral-direito Buffarrini e o centroavante Caraglio, ambos argentinos, Bauza já começa nesta sexta-feira a preparar o time que enfrenta o Corinthians domingo, pelo Campeonato Brasileiro. O treinador sabe que uma derrota no clássico pode gerar consequências negativas.

Para o duelo, ele terá o retorno de Maicon, suspenso na Libertadores, e talvez João Schmidt, que virou desfalque por conta de dores na coxa direita. A tendência é que boa parte do time que jogou em Medellín seja mantido. O peruano Cueva, que não podia atuar na competição sul-americana, deve ser titular.

A eliminação na semifinal da Libertadores foi encarada com muito desgosto por conta da arbitragem, mas a diretoria acredita que o saldo é positivo em 2016. Vai depender também do que será do futuro.

OLHO NO FUTURO

Reposições
Além de Calleri, diretoria trabalha com as saídas de Ganso e Rodrigo Caio. O meia está a caminho do Sevilla (ESP), enquanto o zagueiro interessa à Lazio (ITA). Apesar de ter Cueva, outro meia é alvo, assim como pelo menos mais um zagueiro.

Brasileirão-16
Recuperação no Campeonato Brasileiro para colar nos líderes é prioridade. Time agora vai com força máxima na competição. Atualmente, está na 8 colocação, com 21 pontos, a dois do G4 e oito do líder Palmeiras, depois de 14 rodadas disputadas.

Zica em Itaquera
No domingo, time pode exorcizar o fantasma da Arena Corinthians. Em quatro jogos no estádio desde a inauguração, em 2014, foram quatro derrotas, 13 gols sofridos e três marcados. Ano passado, time foi humilhado com 6 a 1. Hora de quebrar!

Copa do Brasil
Este ano, time tentará novamente o título inédito. Entrará nas oitavas de final com o novo regulamento. Com Bauza, especialista em mata-mata, bi da Libertadores, equipe ganhou postura mais copeira que pode prevalecer.