Brenner fez três gols e foi titular em todos os sete jogos da Seleção no Mundial

Brenner fez três gols e foi titular em todos os sete jogos da Seleção Brasileiro no Mundial (CBF/cbf.com.br)

William Correia
30/10/2017
18:47
São Paulo (SP)

A partir desta terça-feira, Dorival Júnior voltará a ter uma opção a mais no ataque do São Paulo. Brenner, que fez três gols e foi titular nos sete jogos da Seleção Brasileira no Mundial sub-17, voltou da Índia nesta segunda-feira e, na manhã desta terça-feira, já se reapresentará no CT da Barra Funda.

Como a viagem de volta do torneio foi desgastante - a delegação brasileira embarcou na Índia no sábado -, ficará a cargo de Brenner alegar algum cansaço para não ir a campo na manhã desta terça-feira. Mas a expectativa no clube é de que ele volte pedindo para participar das atividades, já que ele mesmo se sente mais pronto para ajudar na reta final do Campeonato Brasileiro e pode ficar à disposição para enfrentar o Atlético-GO, no sábado, em Goiânia.

- A cada dia nessa nossa formação como atletas vamos ganhando mais experiência, e essa competição foi muito importante para crescer como jogador. Em cada jogo encontramos dificuldades que nos fazem evoluir. Acho que, pessoalmente, volto para o clube com mais bagagem para ajudar o São Paulo. E não vejo a hora de voltar ao Tricolor - disse o jogador.

Brenner, de 17 anos, deixou sua marca no Mundial na vitória por 2 a 0 sobre Níger, na primeira fase, e duas vezes no triunfo por 3 a 0 sobre Honduras, nas oitavas de final. O Brasil perdeu para a Inglaterra na semifinal e alcançou o terceiro lugar ao bater Mali por 2 a 0, e o atacante chamou atenção por ir consolar o goleiro adversário, que terminou a partida abalado pela falha no primeiro gol sofrido por seu time.

No São Paulo, Brenner, que fará 18 anos em janeiro, assinou em setembro a renovação de seu contrato, agora válido até 2022. Ele tem só dois jogos como profissional, sempre saindo do banco de reservas: as derrotas por 1 a 0 para o Atlético-PR, em Curitiba, em 21 de junho, sob o comando de Rogério Ceni, e por 2 a 1 para o Bahia, em Salvador, em 6 de agosto, já com Dorival Júnior como técnico. Ele ainda não atuou diante da torcida tricolor pelo time principal.

Além de Brenner, o São Paulo teve como representantes no Mundial sub-17 o lateral-esquerdo Weverson, titular em seis jogos e autor de um gol na competição, e os meio-campistas Rodrigo Nestor e Helinho, que foram reservas.