Maicon do São Paulo

Zagueiro falou sobre a expulsão diante do Atlético Nacional, da Colômbia (Foto: Marco Galvão Agência Lancepress!)

RADAR/LANCE!
26/07/2016
01:13
São Paulo (SP)

O zagueiro Maicon, do São Paulo, foi um dos convidados do programa "Bem, Amigos", do Canal SporTV na noite desta segunda-feira, onde voltou a falar sobre a sua expulsão na semifinal da Libertadores contra o Atlético Nacional, da Colômbia, no jogo de ida. Após levar o cartão vermelho no jogo de ida, que aconteceu no Morumbi, o defensor do tricolor afirmou não sentir culpa pela eliminação do time na Libertadores.

- Eu não me sinto (culpado). A arbitragem interferiu no resultado, sem dúvida nenhuma – disse o zagueiro.


O zagueiro do São Paulo foi expulso após o árbitro entender que ele agrediu o atacante Miguel Borja, quando o jogo estava paralisado. Maicon, que empurrou o rosto do colombiano deu a sua opinião sobre o lance e afirma que poderia ter evitado.

- Eu reconheço que poderia ter evitado, mas a gente vê muitas vezes jogadores colocando bola para fora, fazendo coisas desse tipo, e o árbitro não interfere. Eu não deveria ter feito isso, mas não foi um lance para expulsão.

- Se for ver os dois lados da partida, o jogo aqui estava totalmente controlado, eles fizeram 2 a 0 quando ficamos com um jogador a menos. E na Colômbia, se ele marca o pênalti no final do primeiro tempo, jogaríamos por um gol por 45 minutos com um jogador a mais. Seria totalmente diferente. O São Paulo teria condições totais de se classificar - completou Maicon, lembrando do jogo de volta, onde arbitragem também foi polêmica.