LANCE!
07/07/2016
00:57
São Paulo (SP)

Confusão entre torcedores e a Polícia Militar do lado de fora do estádio do Morumbi depois da partida desta quarta-feira entre São Paulo x Atlético Nacional (COL) deixou pelo menos três torcedores feridos e 12 policiais, de acordo com a PM. Segundo relato de torcedores, o conflito teve início da saída do setor Laranja, onde ficam as facções organizadas do Tricolor.

Pelo menos dez pessoas foram detidas após a confusão. Uma delas foi levada ainda com sangramento para a delegacia improvisada no Morumbi. 

Por conta da confusão, muitos torcedores comuns ainda tiveram de esperar dentro do estádio após o jogo, já que foram ouvidos sucessivos barulhos de bombas explodindo nas ruas.  Houve diversos focos de briga entre os são-paulinos ainda durante o embate, nas arquibancadas. Os dois gols dos colombianos acirraram mais os ânimos.

Depois do início do conflito, a confusão se arrastou do portal Laranja à Praça Roberto Gomes Pedrosa, de acordo com os relatos. A Tropa de Choque fez um bloqueio na frente do portão principal do Morumbi e a partir daí o confronto se intensificou. Pelo menos três torcedores foram atendidos no ambulatório do estádio, vitimas da confusão, com tiros de bala de borracha e corte no pé. O bloqueio da PM era vítima de garrafadas e pedradas, enquanto respondiam com bombas. O clima de tensão tomou conta do entorno do Morumbi por cerca de meia hora. 

Depois de apaziguada a situação, a PM deu sua versão dos fatos.

- Nós começamos a agir quando membros de torcidas organizadas começaram a saquear ambulantes e torcedores comuns. Nisso, aplicamos nosso procedimento padrão, com balas de borracha e bombas de efeito moral - afirmou o Tenente Coronel Gonzaga.

Muitos torcedores comuns aguardaram por vários minutos dentro do estádio depois da confusão começar, com medo de irem às ruas e serem surpreendidos.  A briga foi observada pelos fãs que estavam no anel superior do estádio.