Bruno Grossi
01/12/2016
06:15
São Paulo (SP)

Além de buscar reforços, o São Paulo se movimenta nos bastidores para blindar as principais peças do elenco. E na próxima janela de transferências internacionais dois atletas são os grandes alvos: Rodrigo Caio e Cueva. E é por isso que o agente do meia peruano pretende se reunir com a diretoria do Tricolor neste mês.

O empresário é Ronald Baroni, que tem viagem marcada para o Brasil com o objetivo de apresentar outros clientes aos clubes locais. Uma das paradas, no entanto, será no CT da Barra Funda para discutir com os tricolores as recentes sondagens feitas a Cueva.

A imprensa internacional relatou o interesse de Paris Saint-Germain (FRA) e Sevilla (ESP), mas o estafe do peruano não fala em nomes. Resume-se a dizer que clubes fizeram consultas pela situação do camisa 13 do Tricolor. E a posição passada foi clara: o clube brasileiro não tem intenção de negociá-lo.

O São Paulo considera estar seguro dos riscos de perder Cueva, que tem multa rescisória estimada em mais de 30 milhões de euros (cerca de R$ 107 milhões). Ainda assim, a conversa com Baroni pode ser importante para definir uma estratégia de proteção ao meio-campista.

Além de conversar com os dirigentes do Tricolor, Ronald Baroni pretende se apresentar a outros clubes brasileiros e oferecer atletas.

Sobre Rodrigo Caio, a chegada de Rogério Ceni faz com que a diretoria tente acelerar a renovação e valorização para segurar o zagueiro.