Antônio Cláudio Mariz - São Paulo

O advogado Antônio Cláudio Mariz (Foto: Divulgação/STF)

LANCE!
10/10/2016
20:53
São Paulo (SP)

O advogado Antônio Carlos Mariz recusou convite do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva para ser o vice geral do São Paulo. O cargo está vago desde que Roberto Natel pediu desligamento na semana passada. Mariz alegou questões profissionais para não assumir o posto.

Agora, Leco segue em busca de um novo nome. A boa reputação de Mariz dentro do clube seria uma importante aliada para o presidente no contexto político atual, de forte pressão interna por conta dos  maus resultados dentro de campo.

Foi no escritório de Mariz que o ex-presidente Carlos Miguel Aidar renunciou ao cargo máximo do clube em outubro do ano passado. Na época, Aidar foi aconselhado pelo próprio renomado advogado a deixar o cargo, para se preservar diante das denúncias de corrupção. 

- Eu tomei a decisão: não vou aceitar. Não tenho condições pessoais por conta do escritório. Refleti muito. Estou com casos muito complicados. Vou prejudicar os clientes. Não quero ir para o São Paulo para fazer figuração. O clube está passando por uma crise. Queria, mesmo que timidamente, dar uma contribuição, mas não tenho condições pessoais. O convite foi muito honroso, mas nessa hora não foi bom - disse Mariz, em entrevista ao site "Globoesporte.com".