Leco - São Paulo

Leco admitiu em entrevista que dá ingressos para torcidas organizadas do São Paulo 

LANCE!
22/01/2016
19:47

O São Paulo será investigado pelo Ministério Público do estado a respeito da relação do clube com as suas torcidas organizadas, segundo a Folha de S.Paulo. O órgão decidiu entrar em ação após o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva admitir, em entrevista ao jornal, que dá ingressos e financia o Carnaval das uniformizadas. 

- Como o São Paulo confessa colaborar com a manutenção e o financiamento dessas violentas torcidas organizadas, que tanto têm afastado as famílias dos estádios, deve responder solidariamente pelos danos patrimoniais e morais que elas venham a causar à sociedade - declarou à Folha o promotor do consumidor Gilberto Nonaka. 


Segundo o promotor, o clube deverá dar esclarecimentos sobre o fato e poderá sofrer uma ação civil pública por manter essa relação com os torcedores organizados.  No documento do inquérito, o MP cita a briga ocorrida em Mogi das Cruzes no último dia 17, no jogo entre São Paulo e União Rondonópolis, pela Copa São Paulo, afirmando que "as torcidas organizadas do clube investigado deram o seu show, cercando e agredindo policiais militares com ferro e outros objetos, causando danos que serão mais bem avaliados". 

Outro inquérito contra o clube pode ser aberto pela Polícia Civil a pedido do promotor Paulo Castilho., que fez a solicitação á Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.