Petros e Hernanes devem ter novo posicionamento contra o Cruzeiro

Jogadores admitem que começaram o jogo na quarta 'desligados' (Érico Leonan/saopaulofc.net)

LANCE!
12/10/2017
15:20
São Paulo (SP)

O saldo da derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, em Belo Horizonte, foi de cobrança no São Paulo. O time sente que entrou em campo até relaxado nessa quarta-feira e, por isso, a exigência é de concentração desde o primeiro minuto de jogo na partida deste sábado, contra o Atlético-PR, no Pacaembu.

- O time entrou relaxado, e o Atlético-MG imprimiu uma grande pressão. Não conseguimos manter a posse de bola por muito tempo para buscar os gols, o campo é pequeno e, infelizmente, saímos derrotados - comentou o capitão Hernanes, em discurso similar ao de Pratto, que afirmou que o Tricolor só começou a jogar após sofrer gol, aos seis minutos do segundo tempo.

A cobrança interna por melhora será uma das principais armas do time, que volta de Belo Horizonte nesta quinta-feira e terá somente a tarde desta sexta-feira para treinar. Por isso, os jogadores falam em uma equipe100%  concentrada o tempo todo para não desperdiçar pontos como mandante no sábado.

- Não há tempo para lamentar. No sábado, já temos uma nova batalha e precisamos vencer. Será um jogo importante, e queremos um resultado positivo. Contra o Atlético-MG, fora de casa, só conseguimos reagir após tomar o gol. Por isso, vamos entrar ligados desde o começo contra o Atlético-PR - falou o atacante Marcos Guilherme.

- Ficamos chateados com o resultado, mas sofremos no jogo em busca de um resultado positivo. O Campeonato Brasileiro é difícil, bem disputado e precisamos de uma sequência vitoriosa para subir na tabela. Buscaremos isso no final de semana e vamos com tudo diante da nossa torcida - prometeu o goleiro Sidão.

A derrota para o Atlético-MG deixou o Tricolor sob risco de voltar à zona de rebaixamento nesta quinta-feira. O time tem 31 pontos e, por enquanto, está em 14º lugar, mas retornará às quatro últimas colocações se Ponte Preta e Fluminense não perderem de Santos e Flamengo, respectivamente, e o Sport vencer o Vitória, em Salvador.