Dorival Junior

Dorival comandará primeiro treino do ano nesta quarta (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)

LANCE!
06/01/2016
08:00
Santos (SP) 

O Santos se reapresenta às 16h desta quarta, no CT Rei Pelé, com várias 'velhas novas caras'. Nada menos que oito atletas retornam de empréstimo ao clube. Entre eles estão o argentino Patito Rodriguez e o veterano Elano, que pretende esticar o contrato e encerrar a carreira no fim do ano. O único reforço até agora é o atacante Paulinho, que defendeu o Flamengo no ano passado. Entre os jogadores que deixaram o clube, o mais importante é Marquinhos Gabriel. O Peixe não conseguiu contratá-lo em definitivo do Al Nassr, da Arábia Saudita. A equipe passará o mês inteiro praticamente só treinando, já que a estreia no Paulistão está prevista apenas para o dia 31 de janeiro, contra o São Bernardo, na Vila Belmiro. 

QUEM CHEGOU E PODE CHEGAR

Além de Marquinhos Gabriel, o zagueiro Werley, o lateral Chiquinho e os atacantes Leandro e Nilson deixaram o Peixe. Com a manutenção, ao menos por ora, dos principais jogadores do meio para a frente, o time-base que pode ser escalado na estreia do Paulistão tem: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Geuvânio, Gabigol e Ricardo Oliveira. 

QUEM SAIU E PODE SAIR

'Base titular foi mantida, mas e o elenco?', por Gabriel Carneiro, setorista do Santos no L!

O Santos se reapresenta nesta quarta-feira com apenas uma novidade, que é o  atacante Paulinho, emprestado por um ano pelo Flamengo. Dos sete que saíram, só Marquinhos Gabriel tem alguma relevância e pode fazer falta, já que Gabriel Gasparotto, Crystian, Werley, Chiquinho, Leandro e Nilson pouco contribuíram em nome dos objetivos do Peixe no ano passado.

Marquinhos Gabriel desbancou Geuvânio e terminou o ano como titular. Mas é sempre bom lembrar que o camisa 31 pouco fez no primeiro semestre e também teve oscilações durante a boa fase. Assim, Geuvânio deve voltar ao time titular de forma natural em 2016. E aí está o segredo: tem tudo para ser a única mudança da equipe, que conseguiu (até agora) segurar peças importantes como Lucas Lima, Gabigol e Ricardo Oliveira, do assédio internacional.


A grande preocupação, porém, é com a força do elenco. A perda de sete opções para o banco de reservas e a vinda de apenas uma é a maior prova de que são necessários reforços - e pelo menos mais dois devem chegar nestas primeiras semanas de preparação para o Paulista. Na zaga, especialmente porque David Braz está lesionado e só deve voltar na reta final do Estadual, a necessidade é urgente. Hoje, para o primeiro jogo, o Santos teria como opções Gustavo Henrique, Paulo Ricardo, Jubal, Lucas Veríssimo e Leonardo. Todos, à exceção do primeiro, ainda não conseguiram mostrar nada de bom no Santos.

Os jogadores que voltam de empréstimo podem ser o ponto de virada do planejamento do Santos para 2016. Patito terá chance de se mostrar um bom suplente para Geuvânio e Gabigol. Stéfano Yuri dirá em campo se pode ou não ser um bom reserva para Ricardo Oliveira, e aí definir a necessidade (ou não) de uma contratação. Jubal pode ganhar espaço na zaga? Galhardo tem chances de desbancar Victor Ferraz? Diego Cardoso e Pedro Castro ainda são promessas? Em campo, eles darão as respostas. E espaço para isso sem dúvida terão.

OS PRIMEIROS DESAFIOS NO ANO

Paulistão

​31/1 - Santos x São Bernardo
3/2 - Ponte Preta x Santos
10/2 - Santos x Ituano
14/2 - Novorizontino x Santos
​21/2 - Palmeiras x Santos