LANCE!
25/08/2016
07:00
Santos (SP)

Antes, o pesadelo do Santos eram os gols sofridos pelo alto, mas nesta temporada o vilão passou a ser outro: o gol no fim do jogo, que faz o time perder pontos. O último foi diante do Vasco, pela Copa do Brasil, no momento em que o Peixe vencia por 3 a 0.

Com o gol do Cruz-Maltino, os cariocas podem vencer por 2 a 0 em São Januário para avançar às quartas de final da competição.

Em 2016, o Peixe levou gols nos minutos finais em pelo menos seis partidas. Além do Vasco, Figueirense, Grêmio, Internacional, Atlético-PR e Coritiba garantiram suas vitórias perto do apito final.

Segundo o técnico Dorival Júnior, a correção não tem como ser feita no treino, mas sim na base da atenção e conversa.

- A conscientização tem que ser maior. Intensidade é alta. Há um momento que sentimos, temos que ter equilíbrio. Não há treinamento para isso. Em alguns instantes é natural que se retraia para aproveitar contra-ataque. Mas não podemos perder agressividade. Vanderlei fez bela defesa e gol no rebote, mesmo marcado. Temos que ter consciência que o equilíbrio vai até o minuto final. Tudo isso é discutido, conversado, mas é difícil resolver isso em treinamentos. Procuramos achar o caminho porque já perdemos vários pontos por causa dos minutos finais - comentou o treinador após o jogo contra o Vasco.