Léo Saueia e Russel Dias
20/05/2016
06:00
Santos (SP)

Valorizado após boas atuações no Santos e convocação para a disputa da Copa América pela Seleção Brasileira, Gabigol está em alta no mercado e é alvo de clubes europeus. Para tirá-lo do Peixe, empresários dizem ao clube ter em mãos uma proposta de 25 milhões de euros (aproximadamente R$ 101 milhões).

Apesar de ser agenciado pelo empresário Wagner Ribeiro, tal proposta foi levada por Juan Figer, outro agente com bom trânsito por diversos clubes europeus, com anuência de Ribeiro. Para abrir a oferta ao presidente Modesto Roma Júnior, porém, Figer exige que o clube assine uma carta garantindo 10% de comissão à sua empresa pelo negócio. 

Em reunião no escritório de Juan Figer nesta semana, o superintendente administrativo do Santos, Osvaldo Ribeiro, tomou conhecimento da proposta. O agente, entretanto, se recusou a abrir o nome do clube interessado. Figer teme que o Peixe opte por fazer o negócio por conta própria e exija que o clube, mantido ainda em sigilo, trate diretamente com o presidente. Em resposta ao empresário, o Alvinegro bate o pé para saber o nome do time europeu, desconfiando do Borussia Dortmund, da Alemanha.

Nos bastidores, Juan Figer já avisou que não apresentará o nome do clube antes que Modesto Roma Júnior assine o documento destinado à comissão de 10% à sua empresa, ameaçando até desistir do negócio.

Dirigentes santistas se mantêm confiantes de que não perderão seu camisa 10 na próxima janela de transferências, se respaldando em recentes diálogos com o jogador, que tem desejo de defender clubes do primeiro escalão europeu, como o Barcelona, que tem a preferência na compra do atacante, Real Madrid (ESP) e PSG (FRA).

Gabigol vai à Seleção Brasileira no próximo domingo e pode desfalcar o Santos por até nove rodadas do Brasileiro, caso o Brasil chegue na final da Copa América. Ele também é cotado para ir à Olimpíada, em agosto, no Rio de Janeiro.