Torcida do Santos

Torcida cercou porta do vestiário e ídolos para questionar (Foto: Eduardo Viana)

LANCE!
16/02/2017
21:04
Santos (SP)

Nem mesmo os ídolos do Santos Serginho Chulapa e Léo escaparam das cobranças da torcida após a derrota por 3 a 1 para o São Paulo na última quarta-feira. A dupla permaneceu na porta do vestiário da Vila Belmiro e ouviu cobranças de dezenas de torcedores.

As maiores críticas foram direcionadas a Lucas Lima, que teve atuação apagada e perdeu a bola no terceiro gol do Tricolor. No geral, palavras como raça e vontade foram ditas aos ídolos e consultores da comissão técnica.

Em nota, o Peixe repudiou o ato dos torcedores mais exaltados.

- O Santos Futebol Clube respeita o direito à livre manifestação de seus torcedores, como a que ocorreu envolvendo um pequeno grupo de torcedores após o clássico desta quarta-feira (15), uma vez que o julga compreensível diante da insatisfação que habitualmente ocorre após resultados adversos. O clube, no entanto, repudia qualquer tipo de protesto ofensivo que atente contra a moral ou incitem atos de violência e agressão física, em desacordo com o espírito de fair play que deve predominar nas praças esportivas onde atua  - escreveu o clube por meio de uma nota.