Santos sub-20

Grupo passou a noite de Réveillon já no hotel, em Araraquara (Foto: Reprodução/Facebook)

Gabriel Carneiro
01/01/2016
14:53
São Paulo (SP)

O Santos abriu a temporada de 2016 sem nenhuma contratação realizada e a promessa de apostar na base para rechear o grupo do técnico Dorival Júnior. Em busca de oportunidades no elenco profissional ainda neste ano, 24 Meninos da Vila passaram a noite de Réveillon em um hotel na cidade de Araraquara, e estreiam na Copa São Paulo de Juniores, o principal torneio de base do país, neste sábado, às 11h, diante do Confiança-SE. Além do clube sergipano, América-PE e Ferroviária completam a chave em que dois avançam à segunda fase.

Apesar do limite da Copinha ser de 25 inscritos, o Peixe optou por levar apenas 24 atletas para o interior de São Paulo. Da pré-lista enviada à Federação Paulista de Futebol em setembro, a equipe fez cinco cortes por obrigação e preferiu não relacionar quatro goleiros, por isso a sexta baixa. O desfalque mais marcante entre os representantes do Santos na Copinha é o atacante Diogo Vitor, que treinou entre os profissionais em 2015 e até foi relacionado para jogos pelo técnico Marcelo Fernandes.

Segundo o LANCE! apurou, o motivo do corte de Diogo Vitor foi indisciplina. O jogador, que tem histórico conturbado na base do Peixe, pediu alguns dias de folga à comissão técnica para resolver problemas particulares em Minas Gerais, seu Estado natal. O garoto de 18 anos, porém, não se reapresentou na data estipulada e também não informou o motivo do atraso. Quando voltou a Santos, o técnico Marcos Soares decidiu tirá-lo da Copinha. A informação foi confirmada por diversas pessoas próximas dos jogadores do Peixe, mas o Santos não se posicionou até o momento.

Além de Diogo Vitor, também foram cortados da lista final da Copa São Paulo o meio-campista Giovane Mario, por lesão, o lateral Arthur Reis (Arthur Bote) e o atacante Vitor Alex, por terem contraído caxumba, e o defensor Gabriel Matheus, que tem contrato só até o fim do mês e ainda não entrou em acordo pela renovação. Por entender não haver necessidade de quatro goleiros, o jovem Gabriel Donizetti também foi tirado da lista original de 30 nomes.

Portanto, o Santos inscreveu três goleiros, dois laterais, quatro zagueiros, oito meio-campistas e sete atacantes entre os 24 nomes. Deles, 11 jamais atuaram no principal torneio de base do país e três são nascidos em 1999, três anos abaixo do limite da categoria: André Anderson, Nicolas e Alexandre Tam. O primeiro deles, aliás, tem treinado como titular do técnico Marcos Soares, que disputará sua primeira competição como comandante do Peixe.

VEJA A LISTA DE INSCRITOS DO SANTOS NA COPA SÃO PAULO DE 2016:

Goleiros: John Victor, Renan e Fernando Castro
Laterais: Patrick e Matheus Oliveira
Zagueiros: Bruno Leonardo, Robson Alves, Sabino e Victor Santana
Meio-campistas: João Igor, Caio, Robertinho, Igor, Willians, Guilherme Nunes, André Anderson e Murilo Cadina
Atacantes: Alessandro, Nicolas, Matheus Augusto, Arthur Gomes, Natan, Alexandre Tam e Pedro Henrique