Renato, volante do Santos

Renato foi alvo de pegadinha dos companheiros ao completar 300 jogos pelo Santos (FOTO: Ivan Storti)

LANCE!
16/03/2016
17:31
Santos (SP)

Mesmo após a vitória sobre o XV de Piracicaba, o assunto no Santos segue sendo a atuação de Dorival Júnior no vídeo de pegadinha com Renato. Alvo de brincadeira com uma falsa notícia de que havia sido vendido para o futebol chinês, o camisa 8 recordou de um episódio semelhante em sua carreira, quando defendia o Sevilla, da Espanha.

- Tive uma experiencia no Sevilla. Uma semana antes da final da Copa da Espanha saiu uma noticia de que eu tinha assinado um pré-contrato com o Atlético de Madrid. Fiquei nervoso, mas a matéria saiu em Madrid, diferente da brincadeira, que era da Tribuna. Matéria falava que presidente tinha me vendido, mas ninguém falou comigo - lembrou o experiente jogador.

O volante ainda recordou do sentimento de revolta quando soube pelos companheiros de que havia sido vendido para o Shandong Luneng (CNH) e reiterou que não tem o objetivo de mudar de ares na carreira.

- Falei que não queria. Presidente poderia ter me vendido, mas eu não iria. Gracas a Deus foi uma brincadeira. Nesse momento da minha carreira eu dificilmente irei para a China. Quero encerrar a minha carreira aqui. É o meu desejo. Parte financeira é algo que eu tenho, já conversei com a minha família, meus dois filhos estão bem na escola. Por isso que não iria - destacou. 

Mas quem pensa que a brincadeira para por aí está enganado. Em tom de brincadeira, Renato prometeu que irá se vingar dos companheiros que atingirem alguma marca importante com a camisa do clube e disse que Dorival e Ricardo Oliveira poderiam ser atores.

- Vamos ver os meninos quando completarem 100, 200 jogos (risos). Eles podem arriscar uma novela na Globo ou Record (risos) - brincou.