Léo Saueia
13/10/2016
09:05
São Paulo (SP)

Além da confiança pelas 14 vitórias consecutivas no Pacaembu, o torcedor do Santos tem outro amuleto para crer na vitória desta quinta-feira, sobre o São Paulo, pela 30ª rodada do Brasileirão.

Incluindo a primeira passagem do treinador pela Vila Belmiro, em 2010, e a atual, o Santos nunca foi derrotado pelo rival. Neste período, foram oito vitórias e apenas um empate.

O Tricolor, obviamente, é quem mais sorte traz ao comandante. Seja por mera coincidência do destino ou pelo trabalho, o treinador tenta manter a escrita logo mais. Mas, para isso, terá alguns obstáculos para superar.

Em vez de descansar seu time durante a pausa no Brasileirão, por conta dos jogos da Seleção, Dorival teve de mandar os titulares a campo por 25 minutos no amistoso com o Benfica, que marcou a despedida de Léo e a festa do centenário da Vila Belmiro.

– Temos de repensar, porque precisamos de time bem postado contra o São Paulo. Porém, temos compromisso que exige seriedade. Vou consultar a diretoria, mas colocaremos a melhor equipe possível – disse Dorival às vésperas do amistoso.

O treinador espera aumentar nesta noite a freguesia do rival.