coletiva santos

Elano, Léo, Renato e Ricardo Oliveira concederam entrevista coletiva na Vila Belmiro (foto:Ivan Storti/Santos)

LANCE!
07/10/2016
16:28
Santos (SP)

Apenas um único período da história do Santos reuniu o lateral-esquerdo Léo, os volantes Elano e Renato e o centroavante Ricardo Oliveira. Em 2003, durante a campanha do vice-campeonato da Libertadores, o quarteto se reuniu e encheu os olhos do torcedor.

Neste sábado, às 16h05, em amistoso comemorativo com o Benfica em celebração aos 100 anos da Vila Belmiro e à despedida de Léo dos gramados, o quarteto estará novamente reunido na festa. Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, Léo, Elano, Renato e Oliveira relembraram os momentos e festejaram a carreira do Guerreiro da Vila.

- Queria agradecer os três que participaram da minha carreira desde o início, fico muito feliz e agradecido por eles estarem nesse momento feliz que passarei na minha carreira (despedida). 10 minutos é o suficiente, a festa é da Vila, que é o essencial. 10 minutos por cada time já está bom - declarou Léo.

-Acho que é mais do que merecido. Vai ser uma realização jogar com o Giovanni (que também será homenageado), que acompanhei na televisão e conheço hoje pessoalmente e merece. É uma inveja positiva. Mas é positivo ver os clubes reconhecerem seus ídolos - destacou Elano.

Já o centroavante Ricardo Oliveira lembrou de um momento emocionante ao lado do Guerreiro da Vila - a derrota para o Boca Juniors justamente na decisão da Libertadores - e exaltou a oportunidade de participar de um evento como o deste sábado.

- Chorei com o Léo em 2003 quando perdemos a Libertadores e saí do Santos como artilheiro. Fiquei só seis meses e esses caras me ajudaram de forma espetacular. Meu sentimento é de alegria, pois vou celebrar com eles. Admiro o Giovanni, quando jogava e como pessoa, que também tem uma história linda no clube. Gratidão por fazer parte desse momento único na vida do Léo. Esperamos que nosso torcedor faça desse um momento inesquecível para o Léo e para todos.