Dorival Júnior

Técnico do Santos tem motivos para sorrir perto do fim do ano (Foto: Ricardo Saibun/Santos FC)

Gabriel Carneiro e Russel Dias
07/11/2015
08:25
São Paulo (SP)

A boa fase do Santos fez com que a torcida alvinegra criasse uma espécie de ritual em dias de jogo na Vila Belmiro. Nome por nome que o locutor do estádio anuncia da escalação do Peixe é ovacionado. Do goleiro ao... técnico!

Neste domingo, contra o Joinville, a nova caminhada de Dorival no Santos atingirá um número significativo. Ele chega a 29 jogos no comando do time, o mesmo de seu antecessor e hoje parceiro de comissão técnica, o auxiliar Marcelo Fernandes.

Apesar do título do Campeonato Paulista, o substituto de Enderson Moreira conquistou apenas 13 vitórias em 29 partidas, um aproveitamento inferior a 45% dos pontos disputados. Além disso, ele deixou o Peixe em 17º lugar do Brasileirão.

Dorival, em contrapartida, somou até agora quase o dobro de vitórias e menos da metade das derrotas do antecessor, com aproveitamento de 76% e a chegada ao G4 do Brasileiro e até às finais da Copa do Brasil.


Mas nem tudo é festa. Para ficar no G4, posto que o Alvinegro chegou há cinco rodadas, Dorival terá que comandar a equipe na evolução de um aspecto que ainda precisa melhorar: o aproveitamento de pontos longe da Vila Belmiro.

O Santos comandado por Dorival disputou 63 pontos no Brasileirão e conquistou 43, o que dá 68% de aproveitamento. Porém, no geral, o Santos ainda é o segundo pior visitante da competição, atrás apenas – justamente – do Joinville, time que está na zona da degola.

Dos 53 pontos somados desde o início, só nove foram como visitante, sendo três conquistados diante do Cruzeiro, no Mineirão. Com Marcelo Fernandes, foram 10 jogos no Brasileirão e só seis pontos somados.

– Reconheço que precisamos melhorar. A diferença já foi um pouco maior. A equipe está mais consciente, centrada, equilibrada, e espero que as possibilidades de resultado aumentem – destaca o treinador, antes de ir a Joinville.

Mesmo tendo o que melhorar no Nacional, o Santos de Dorival Júnior já é digno de muitos aplausos. Na Vila Belmiro e fora também.

SANTOS com DORIVAL JÚNIOR
​20 vitórias, 4 empates e 4 derrotas em 28 jogos

Dorival Junior
Dorival Júnior, técnico há 4 meses (Foto: Ivan Storti/LANCE!Press!)


43 gols marcados em 29 jogos
35 gols sofridos em 29 jogos

SANTOS com MARCELO FERNANDES
13 vitórias, 7 empates e 9 derrotas em 29 jogos

Marcelo Fernandes
Marcelo Fernandes, auxiliar do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)


43 gols marcados em 29 jogos
35 gols sofridos em 29 jogos