Russel Dias
16/08/2017
08:00
Santos (SP)

O Santos aposta todas as suas fichas na categoria sub-17, tida no clube como a próxima grande geração de revelações do clube. Diretoria e comissão técnica fixa acompanham de perto o desempenho de pelo menos quatro jogadores para promovê-los no início da próxima temporada, após o fim da Copa São Paulo.

Os jogadores que mais chamam a atenção são os atacantes Rodrygo e Yuri Alberto, o meia Lucas Lourenço e o volante Victor Yan, todos com passagens pela Seleção Brasileira de base. Dois deles já renovaram contrato, como foi o caso de Rodrygo, que assinou vínculo até 2022.


Caso seja reeleita em dezembro, a administração de Modesto Roma Júnior acredita que alguns dos jovens podem suprir a necessidade de contratação para reforçar o setor ofensivo. Um dos exemplos citados por dirigentes é a reposição para a iminente saída de Lucas Lima, que tem contrato até o fim deste ano.

Se o camisa 10 não renovar com o Peixe, a ideia da atual diretoria é que Vecchio seja o substituto imediato e que os garotos sejam as primeiras peças da comissão técnica para serem os suplentes.

O último atleta promovido da base foi o atacante Arthur Gomes, do sub-20, no ano passado, visto pelo Comitê de Gestão santista como o último de sua geração a render frutos. Nos últimos três anos, o Santos foi eliminado precocemente nas primeiras fases da Copinha, o que resultou nas demissões dos técnicos Pepinho e Marcos Soares.

Recentemente, Levir Culpi promoveu o lateral-esquerdo Orinho, que estava no Santos B (sub-23) e veio do Juventus já profissionalizado.

Em 2014, quando venceu a Copinha, o Peixe promoveu 12 atletas do sub-20, sendo eles João Paulo, Daniel Guedes, Paulo Ricardo, Nailson, Zeca, Caju, Lucas Otávio, Fernando Medeiros, Serginho, Jorge Eduardo, Diego Cardoso e Stéfano Yuri. Thiago Maia subiu no ano seguinte e foi vendido para o Lille (FRA) recentemente. Destes, cinco estão no elenco, sendo que Diego está no time B.

Ainda neste ano, o sub-17, comandado pelo técnico Luciano Santos, que passou por todas as categorias desde o sub-11, disputará a Copa do Brasil da categoria, o último teste antes da Copa São Paulo de 2018.