Russel Dias
06/09/2016
06:00
Santos (SP)

O Santos entrou como favorito em três jogos nas últimas quatro rodadas. Foi assim contra América-MG, o lanterna da competição, Coritiba e Figueirense. No fim das contas, porém, o time perdeu os três jogos e ganhou apenas um, o considerado mais difícil, contra o Atlético-MG. Os nove pontos desperdiçados custaram caro, com a saída do G4 e a chance perdida de ultrapassar o líder Palmeiras.

Mas para encarar o Internacional, que está na zona de rebaixamento, fora de casa, e o Corinthians, domingo, na Vila Belmiro, mudanças acontecerão.

A primeira alteração é na conversa. O sinal de alerta e atenção em relação às equipes que estão perto ou na zona de rebaixamento serão os mesmos de um clássico.

– Foram jogos que poderíamos ter conquistado resultados melhores, mas é coisa do futebol. Tem jogos que nada dá certo, como o Figueirense. Contra esses times a concentração tem que ser maior. Contra times bem colocados, já entramos mais concentrados. Então acho que o foco e a concentração têm que ser iguais – disse o zagueiro Gustavo Henrique.

Para o duelo no Sul, o time deve ter mudanças também na maneira de jogar. Nos treinamentos fechados, Dorival tem ensaiado uma formação bastante ofensiva, em que os laterais compõe a linha de meio de campo, para avançar a marcação também dos atacantes e tentar roubar a bola no setor ofensivo.

Com dúvidas no time, Vecchio e Jean Mota têm trabalhado no time titular para, caso entrem em campo, estarem adaptados ao esquema específico.

Conforme Dorival costuma dizer, a “hora certa” de entrar no G4 se aproxima. Faltando 15 rodadas para o fim do Brasileirão, o erros são cada vez menos permitidos.

DEIXOU ESCAPAR

Desastre em MG

Após um empate por 0 a 0 com o Flamengo na 18ª rodada, na Arena Pantanal, o Santos assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro. Na rodada seguinte, dependia apenas de uma vitória sobre o lanterna América-MG. No entanto, perdeu fora de casa e ainda teve Vanderlei expulso.

Derrota em casa

Na última rodada, que marcou a despedida de Gabigol, Peixe precisava de uma vitória para retornar ao G4, mas perdeu em casa. O Corinthians, que está em 4º, perdeu, e o Galo, que está em 3º, empatou. Se tivesse vencido, o Figueirense, estaria em 3º.