Léo Saueia e Valdomiro Neto
07/11/2016
06:05
São Paulo (SP)

Pode-se criticar o desempenho e discutir alguns pontos sobre queda de rendimento do Santos no segundo semestre. Indiscutíveis, porém, são os números.

Vice-líder do Brasileirão após a vitória praticamente nos acréscimos contra a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, o Peixe alcançou os 64 pontos na competição. Além de seguir sonhando com o título, a equipe de Dorival Júnior atingiu também sua maior pontuação na história do campeonato de pontos corridos disputados por 20 equipes.

No ano de 2007, o primeiro após alteração no formato do torneio e no qual o Santos terminou na segunda colocação, foram alcançados 62 pontos nas 38 rodadas. A quatro jogos do fim na atual edição, o Peixe pode isolar ainda mais a atual marca.

Mesmo com o time contestado após cair de produção no segundo turno do Brasileiro, ser eliminado da Copa do Brasil e empatar em casa com os reservas do Grêmio, os números estão ao lado de Dorival. Nas últimas onze rodadas disputadas, foram nove vitórias, um empate e uma derrota, que resultam em aproveitamento de 84,8%. Para efeito de comparação, os números são superiores ao do líder e rival Palmeiras, que tem 67,8% dos pontos ganhos.

Agora, o Santos terá 11 dias livres para preparação do time antes de mais uma decisão, diante do Vitória, no dia 17, na Vila Belmiro.