Ricardo Oliveira, do Santos

Ricardo Oliveira lamenta chance perdida e empate do Santos contra o São Bernardo (FOTO: Ivan Storti)

Léo Saueia e Russel Dias
02/02/2016
06:55
Santos (SP)

7 de março de 1998. O Santos fazia sua estreia no Paulistão daquele ano e perdia por 3 a 2 para o rival São Paulo, na Vila Belmiro. O prelúdio de mais um ano sem esperanças.

Aquela havia sido a última vez que o Peixe tinha um mau resultado em casa em estreia de Paulistão.  Até... 2016! O empate por 1 a 1 com o São Bernardo, no último sábado, teve gosto amargo para torcedores e jogadores do clube. É verdade que no período não foram tantos jogos assim. O jogo contra o Bernô foi a sexta vez que o Peixe jogou na primeira rodada na Vila desde a derrota para o São Paulo. 


Diferentemente de 18 anos atrás, o resultado parece até pior pelas expectativas do torcedor para a temporada, já que o time no ano passado foi campeão estadual e vice da Copa do Brasil. A preocupação, porém, não está só no placar, e sim no desempenho.  Onde está o bom futebol apresentado no segundo semestre do ano passado? 

Ele vai voltar. E pode voltar até aprimorado. Quem garante e pede calma à torcida é o capitão Ricardo Oliveira, que relacionou as boas apresentações às redes balançadas.

- Sabemos o que erramos e sabemos onde temos que melhorar e o que temos de fazer para acertar. Peço calma e paciência. Queremos apresentar o futebol do ano passado, e ainda melhor, mas não no primeiro jogo. Virá com a prática, com o trabalho - declarou o camisa 9, que fez 37 gols no ano passado, terminando como goleador máximo no Paulistão e no Brasileiro. 

Enquanto a tarefa é resgatar o ritmo envolvente de meses atrás, os adversários prometem não dar vida fácil. Depois do São Bernardo, o Peixe terá pela frente a Ponte Preta nesta quarta-feira, fora de casa, e o Ituano, sábado, na Vila Belmiro, ambos "vilões" santistas nos últimos anos. A Macaca derrotou o Peixe em Campinas nas duas competições no ano passado, enquanto o time de Itu foi o algoz do Peixe na decisão do Paulista de 2014. 

E falando em histórico, duvidar do Santos, principalmente no Campeonato Paulista, não é indicado. Nos últimos sete anos, foram sete finais, sendo que quatro delas terminaram com o troféu.  

Então, se você, torcedor, confia no artilheiro, é bom conferir isso...

- Temos muito a melhorar, a crescer na competição e tenho certeza que faremos boas apresentações - completa o homem de palavra e verdades Ricardo Oliveira.

Estreias do Peixe em casa desde a última derrota:
2016: Santos 1 x 1 São Bernardo (Gol: Gabigol)
2015: Santos 3x0 Ituano (Gols: Chiquinho, Geuvânio 2x)
2014: Santos 1x0 XV de Piracicaba (Gol: Gabigol)
2009: Santos 2x0 Guaratinguetá (Gols: Kleber Pereira 2x)
2005: Santos 5x1 Portuguesa (Gols: Deivid 2x, Robinho 2x e Wheliton)
2001: Santos  1x0 Guarani (Gol: Claudiomiro)
1998: Santos 2x3 São Paulo (Gols: Marcos Assunção, Narciso e Viola)