Zeca, do Santos

Zeca é titular absoluto da lateral esquerda do Santos com Dorival (Foto: Ricardo Saibun/Santos FC)

Gabriel Carneiro
22/02/2016
07:00
São Paulo (SP)

Em alta no Santos após realizar boa temporada no ano passado sob o comando do técnico Dorival Júnior, o lateral-esquerdo Zeca é mais um jogador que vem sofrendo com o interesse europeu. Recentemente, o jovem Menino da Vila foi alvo de sondagens da Roma (ITA) e de um clube do futebol turco, mantido em sigilo.

Temendo a saída de um de seus principais jogadores, que inclusive vem sendo convocado frequentemente para a Seleção olímpica, o Santos procurou os empresários do lateral e ofereceu um reajuste salarial.

Há cerca de 20 dias, Zeca recebia por volta de R$ 50 mil mensais, valor concedido pelo Santos na primeira renovação de um jogador que sobe da base para o profissional. Com o reajuste, o camisa 37 ganhou um aumento pouco maior do que 50% do que ganhava mensalmente.

Já se precavendo contra uma possível negociação do lateral com o futebol europeu no meio deste ano, o Santos estipulou um preço abaixo do valor da multa rescisória e sinalizou que aceitaria fazer negócio recebendo aproximadamente R$ 25 milhões. 

Após ressurgir na equipe como titular após a chegada de Dorival, Zeca já havia recebido valorização. No meio do ano passado, o Santos prorrogou o contrato do ala até 2018. Na ocasião, o Peixe concedeu a ele reajuste salarial para estender o vínculo.

Zeca foi revelado nas categorias de base do Santos e foi promovido ao elenco principal por Oswaldo de Oliveira após se destacar na conquista da Copa São Paulo de 2014. Ele quase se transferiu para os Estados Unidos, mas permaneceu porque ganhou uma vaga no time titular com Dorival.